Irati e Região / Notícias

10/07/19 - 19h46 - atualizada em 10/07/19 às 19h50

Festival de Música de Rio Azul teve 28 inscritos

Femura acontecerá no sábado, 13, a partir das 19 h, no Centro de Eventos do Parque da Pedreira. Evento faz parte das atividades alusivas ao aniversário de Rio Azul

Rodrigo Zub

Em 2018, Femura teve 19 participantes e foi realizado pela primeira vez no Parque da Pedreira

A 3ª edição do Festival de Música de Rio Azul (FEMURA) acontecerá no sábado, 13, a partir das 19 h, no Centro de Eventos do Parque da Pedreira, com entrada gratuita. O evento faz parte das atividades alusivas ao aniversário do município, que completa 101 anos no domingo, dia 14 de julho.

Segundo o chefe de Gabinete da Prefeitura, Felipe Sheremeta, que organiza o festival, as inscrições foram finalizadas no sábado passado, 6. “Tivemos 28 inscrições. Vale salientar que são mais pessoas porque tem duplas que vão cantar. São 14 inscrições de Rio Azul que vão concorrer na categoria municipal e na regional porque será paralelamente. Então, o cantor de Rio Azul estará concorrendo nas duas categorias com uma única música, ambas as idades, não tem distinção infantil e juvenil. É uma categoria só valendo o festival. Ele terá início no sábado, dia 13, às 19 h, lá no Centro de Eventos do Parque da Pedreira, relata Felipe.

Além de Rio Azul mais sete cidades terão representantes no festival: Curitiba, Inácio Martins, Ponta Grossa, Rebouças, Guarapuava, Irati e Jardinópolis/SC.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Haverá premiação para a categoria municipal destinada aos cantores de Rio Azul e regional que abrange todos os participantes. O primeiro lugar da disputa municipal ganhará R$ 300. O segundo colocado R$ 200 e o terceiro R$ 100. Os três também receberão troféus. Já os participantes que ficarem em quarto e quinto lugar ganham apenas troféus. Na disputa da categoria regional, o campeão ficará com R$ 1 mil. O segundo colocado receberá R$ 700, o terceiro R$ 500, o quarto ganhará R$ 300 e o quinto lugar R$ 200. Além da premiação em dinheiro, os cinco primeiros colocados ganham troféus alusivos ao evento.

O prefeito de Rio Azul, Rodrigo Solda, ressalta que o Festival de Música é uma forma de valorizar e dar oportunidade para que cantores amadores que geralmente se apresentam em festas locais possam mostrar seus dotes artísticos. “Tem uma vocação o povo de nossa região e Rio Azul em especial eles gostam muito de mostrar esse talento e difundir esse hobby digamos assim por mais que sejam amadores, a qualidade nos surpreende a cada ano. Já é o terceiro que vamos fazer, sendo o segundo no Parque da Pedreira”.

PUBLICIDADE

Rodrigo afirma que neste ano o regulamento foi alterado para incluir as músicas sertanejas. No ano passado, os participantes deveriam interpretar canções gauchescas ou do tradicionalismo. “Antes não tinha o sertanejo agora foi invertido para agradar mais e atrair mais pessoas com qualidade para a cantoria. A ideia nossa é a ExpoAzul englobar eventos, festivais, agora vai ter uma proposta de gastronomia também juntamente com a ExpoAzul, e a intenção de remeter aquelas festas antigas, tradicionais para a gente valorizar a nossa cultura”, disse o prefeito, que citou a 2º ExpoAzul, que será realizada no Parque da Pedreira no sábado, 13, e domingo, 14. Na ocasião, o município realizará uma prestação de contas das ações desenvolvidas com a exposição dos serviços executados pelas pastas.

Em 2018, o primeiro lugar da Fase Municipal foi Jair Martins. O segundo colocado foi Gerson Morais. Micheli Boiani ficou em terceiro, Adão Amorim em quarto e a dupla Venan e Vinicius em quinto lugar. Na Fase Regional, o vencedor foi Daniel Petroski. O trio formado por Evelise, Alexandre e Aline ficou na segunda posição. Edenilson Alves encerrou a disputa em terceiro, Jair Martins em quarto e Lucas Cabral na quinta colocação.

Evento faz parte das atividades alusivas ao aniversário de Rio Azul


Comentários