Irati e Região / Notícias

06/09/19 - 16h49 - atualizada em 06/09/19 às 17h03

Grupo de combate ao tabagismo será retomado em Irati

Sessões semanais ocorrerão às quartas, às 13h30, na ACIAI

Da Redação, com reportagem de Rodrigo Zub

Secretária de Saúde, Jussara Kublinski, ao lado das enfermeiras Isabela Barbosa dos Santos e Adriane Magali. Elas contaram detalhes da retomada do grupo de combate ao tabagismo em participação no programa "Meio Dia em Notícias" da Super Najuá

A Secretaria Municipal de Saúde de Irati retoma, em setembro, o grupo de combate ao tabagismo. O projeto será reimplantado a partir da próxima quarta-feira (11) e haverá quatro encontros semanais, sempre às quartas, todo mês. Os encontros começam às 13h30 e ocorrerão na sede da Associação Comercial e Empresarial de Irati (ACIAI). 

Cada sessão coletiva dura em torno de 40 minutos. Depois dessa sessão, conforme a necessidade, os participantes receberão atendimentos individuais dos profissionais.

O grupo de combate ao tabagismo será formado por uma equipe multidisciplinar, composta por dois enfermeiros, médico, farmacêuticos e psicólogos. “Quem tiver interesse em participar desses encontros será também atendido pelo médico, que vai fazer uma avaliação da necessidade de entrar com medicação para ajudar essa pessoa a parar de fumar”, explica a enfermeira Adriane Fagali.

As vagas para o grupo são limitadas a 20 pessoas, seguindo a requisitos estipulados pelo Ministério da Saúde. Porém, como o trabalho consiste em apenas quatro sessões, todo mês será formado um novo grupo. “Quem, porventura, não conseguir a inscrição nesse primeiro momento, vai conseguir nos próximos grupos que vão se iniciar. Temos a proposta de fazer, até dezembro deste ano, então teremos um em setembro, um iniciando em outubro, um em novembro e um em dezembro”, acrescenta Adriane.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

De acordo com a enfermeira Isabela Barbosa dos Santos, o grupo é aberto a qualquer fumante que tenha o objetivo de parar de fumar, sem restrição de idade. No caso dos menores de 18 anos, precisam estar acompanhados dos pais, por dependerem de liberação para que seja ministrado o medicamento para o controle do tabagismo, se necessário.

As quatro primeiras sessões constituem a fase inicial do grupo. Entretanto, o trabalho prossegue com uma fase de manutenção e uma de controle. Ou seja, o acompanhamento continua após as primeiras sessões, porque o processo de abandono do tabagismo é diferente para cada indivíduo. “Nesse primeiro momento, são quatro quartas-feiras seguidas. Depois, eles são atendidos a cada 15 dias e, então, mensalmente, até o paciente parar de fumar”, explica a enfermeira.

A secretária municipal de Saúde, Jussara Kublinski, salienta a importância do projeto de combate ao tabagismo, tendo em vista que o cigarro é um dos principais fatores que levam ao surgimento do câncer de pulmão, o segundo tipo de câncer mais frequente na população brasileira.

Através de levantamento realizado pelas Unidades Básicas de Saúde, há uma estimativa que 30 a 40% da população adulta de Irati seja fumante.

PUBLICIDADE

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), para o ano de 2018, a estimativa de novos casos era de 31.270 no Brasil (18.470 homens e 12.530 mulheres). A taxa de incidência de câncer de pulmão tem diminuído desde meados dos anos 1980 entre os homens e desde a década passada (os anos 2000) entre as mulheres. Essa diferença decorre dos padrões de adesão e cessação do tabagismo constatados entre os diferentes sexos.

Em 2015, o câncer de pulmão matou 26.498 pessoas no Brasil. No final do século XX, a doença já era considerada uma das principais causas de morte evitáveis. Entre 2011 e 2015, a taxa de mortalidade por câncer de pulmão foi reduzida em 3,8% ao ano para homens e em 2,3% ao ano para mulheres, devido à redução na prevalência do tabagismo. Os dados também são do INCA.

“Pensando no bem-estar da nossa população e na promoção à saúde, nós, da Secretaria Municipal de Saúde, estamos reimplantando o grupo de combate ao tabagismo no nosso município”, diz Jussara.

A divulgação da retomada do grupo começou com uma panfletagem realizada na Rua Munhoz da Rocha, no dia 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo.

Quem busca ajuda para parar de fumar pode obter informações adicionais pelos telefones (42) 3422-3734, (42) 3907-3106 ou (42) 3907-3086.

PUBLICIDADE

Comentários