Irati e Região / Notícias

25/05/15 - 00h11 - atualizada em 25/05/15 às 00h22

Hospital Darcy Vargas tem nova diretoria

Principal missão da nova diretoria será reverter o déficit de custeio. Gerente administrativo pretende rever convênios e contratos do hospital
Da Redação

O hospital Dona Darcy Vargas, em Rebouças, tem nova diretoria. A única chapa que se inscreveu para participar da eleição realizada na tarde de sábado, 23, na Câmara Municipal, foi eleita por aclamação.

Nova diretoria do hospital foi eleita por aclamação
A nova composição da diretoria é formada pela presidente Regina Ducat, vice-presidente Roberval da Silva, primeiro- tesoureiro, Miguel de Melo; segundo-tesoureiro, Eliane da Conceição Senkiw Nofre; primeiro-secretário, Marcio Jose Gobor; Conselho Fiscal, Claudete Celezinski, Nilza Luz e Cassiane Moreto. Suplentes: Idione Roveda de Carli, Olga Tumasz e Luis Fernando de Castro.

Marcio José Gobor, que assumirá a gerência administrativa do hospital, a partir desta segunda-feira, 25, destaca que a intenção da nova diretoria será manter o diálogo constante com a população para que ela possa contribuir apresentando sugestões e projetos visando melhorar as condições de atendimento da unidade. “Membros da diretoria permanecerão no hospital para acompanhar tudo o que lá acontece. Eu como gerente administrativo terei a função de executar o novo plano de ação que o hospital terá pela frente. A mudança se faz necessária”, avalia Marcio.

A eleição foi realizada depois que alguns integrantes da antiga diretoria pediram afastamento. Com isso, o presidente José Amilton Massoqueto (Bepe) preferiu deixar o cargo antes mesmo da conclusão do mandato, que seria encerrado em março de 2016. “A eleição [de sábado, 23] foi à melhor de todos os tempos. A participação da população foi 100%. A câmara encheu e isso nunca tinha acontecido. A chapa foi muito aceita pelo povo”, comemora o novo gerente administrativo.

Uma das principais metas da nova diretoria será rever alguns contratos e convênios mantidos pelo hospital.  Segundo Marcio, a direção precisa discutir o valor que é repassado pelo município para subsidiar os atendimentos de urgência e emergência. Até o mês de abril, a prefeitura de Rebouças repassava R$ 100 mil para o hospital. Entretanto, esse valor não tem sido suficiente para arcar com todos os gastos.

Inaugurada há cinco meses, a ala de Cuidados Continuados Integrados do hospital foi criada para ampliar a oferta de serviços no atendimento a pacientes com doenças crônicas e que demandam reabilitação. No entanto, a falta de pacientes também ocasionou déficit financeiro para o hospital. Por isso, a nova diretoria espera reverter essa situação. “Nosso principal foco será atender a população e rever o contrato do Pronto Socorro que é obrigação do município. Agora vamos levantar custos e a partir daí tomar providências”, afirma Marcio. 

Outro problema que a nova direção terá que solucionar é o déficit de custeio. Em novembro de 2014, funcionários do hospital cruzaram os braços por falta de pagamento. Na época, eram quase três meses de salários atrasados. Para solucionar o problema, os vereadores de Rebouças resolveram abrir mão de parte do orçamento repassado para a Câmara pelo executivo.

População reboucense lotou as dependências da Câmara para acompanhar a apresentação da nova diretoria do hospital
Marcio José Gobor (foto) foi designado como novo gerente administrativo do hospital

Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados