Irati e Região / Notícias

08/08/13 - 00h30 - atualizada em 08/08/13 às 10h20

Iratienses são destaques nacionais em festival de artes e tradições gaúchas

Alexandre Oconoski se sagrou campeão na categoria adulto, e Thiago Geniplo Ferreira foi o terceiro colocado na modalidade juvenil
Fernanda Santos, com reportagem de Rose Harmuch

Entre os dias 18 e 21 de julho, iratienses participaram do Festival Nacional de Artes e Tradições Gaúchas (Fenart), realizado na cidade de Jataí em Goiás, que reúne somente os campeões de cada estado. Alexandre Oconoski, o Xandão, foi o vencedor de gaita na categoria adulto, e Thiago Geniplo Ferreira foi o terceiro colocado na modalidade juvenil.

Xandão foi campeão paranaense de gaita há dois anos

Em 2011, Xandão se sagrou campeão paranaense na categoria Gaita Peão Adulto no Festival Paranaense de Arte e Tradição Gaúcha (Fepart) realizado em Pontal do Paraná. Ele e o cantor iratiense, Gilson Rocha, que terminou na segunda colocação na modalidade interprete solista vocal, representaram o CTG Chaleira Preta de Guarapuava, por falta de incentivo em Irati. O resultado garantiu a classificação de Xandão para o Fenart.

Após a conquista, o gaiteiro concedeu entrevista à equipe da Najuá e contou detalhes de sua trajetória. Ele disse que contou com a sorte para se tornar campeão paranaense de gaita. Segundo Xandão, o sorteio determinou que ele executasse um xote, ritmo de sua preferência. “Eram cinco ritmos, poderia tocar qualquer música que você quisesse desde que fosse o ritmo sorteado. Tive sorte de sortear o ritmo xote, daí eu executei a música “O gavião”, do Edson Dutra. Ela foi muito apreciada pelos avaliadores e graças a Deus, eu consegui esse título que pra mim era um sonho. Hoje, eu posso dizer com orgulho que sou campeão do Estado”, enalteceu.

*Rodrigo Zub


Xandão explica que sua classificação para o evento nacional aconteceu, por meio de sua participação no festival estadual, que é realizado a cada dois anos, classificando dois campeões, respectivamente. “Como me classifiquei em 2011, comecei a me preparar para ir ao festival nacional”, conta ele. A seleção de músicas que escolheu, possuía elevado grau de dificuldade técnica. E, para participar do campeonato, Xandão treinou três horas por dia.

Em sua categoria, o participante deve preparar sete gêneros, mas somente um é escolhido pelos jurados para apresentação. “Fui sorteado com a rancheira, para qual estava muito preparado. Tive a felicidade de ser campeão e fico feliz com a conquista porque é um título nacional para Irati”.

Além de Xandão, Thiago também se destacou. O jovem, que se classificou no Paraná em 2012, recebeu a terceira coloção no evento nacional, na categoria juvenil, dos 13 aos 17 anos. Ele ressalta que começou a praticar o acordeom com mais seriedade há dois anos. “Quando eu tinha quatro anos, ganhei um acordeom do meu avô, até que meu pai comprou um e eu comecei a fazer aulas com o Xandão”, lembra Thiago. Como ele ainda estuda, passa todas as tardes treinando na gaita. 

Em sua categoria eram 10 participantes, incluindo o campeão do Rio Grande do Sul, conforme destaca Thiago.  Para a escolha das três músicas de ritmos diferentes, ele contou com a ajuda do professor e conseguiu conquistar um lugar entre os melhores.

Próxima disputa

Em fevereiro de 2014, Xandão e mais um grupo de alunos vão participar do Rodeio Internacional de Vacaria, no Rio Grande do Sul. Esse evento reúne os melhores representantes da América do Sul e serve como uma vitrine para os acordeonistas, pois ganham maior reconhecimento e prestígio.

Os iratienses já iniciaram a preparação para tentar a classificação nas finais das categorias participantes. Xandão relata que o último campeão deste rodeio foi um paranaense, que inclusive, competiu com ele em 2011, no evento estadual.

Incentivo

O gaiteiro gostaria muito que o grupo recebesse maior incentivo no município pela representatividade conquistada. “Tivemos promessas de ajuda e não recebemos. Aguardamos por um projeto ou um contato que pudesse nos possibilitar de levarmos mais acordeonistas de Irati, que não têm a oportunidade”, ressalta.

Os dois vencedores fizeram um agradecimento especial às suas famílias, amigos e todos que os apoiaram para participar do Fenart.

Thiago Geniplo Ferreira e Xandão


Comentários

Enquete

O Imposto sobre Valor Agregado (IVA) deve ser a base da Reforma Tributária?

  • Não
  • Sim
Resultados