Irati e Região / Notícias

22/10/11 - 04h32 - atualizada em 27/10/11 às 23h54

Licitação para compra de ônibus da saúde só deve ser concluída em novembro

Cronograma inicial previa a conclusão da licitação no início do mês de setembro
Rodrigo Zub

Segundo Deise inspeção já foi realizada em ônibus semelhante ao que será adquirido pela secretaria de saúde
Será publicada até a próxima segunda-feira, 24, a licitação para a compra de um ônibus novo para a Secretaria de Saúde de Irati. Esse veículo irá auxiliar no transporte de pessoas que precisam de atendimento em outras cidades, e será adquirido com recursos próprios do município. No total serão gastos aproximadamente R$ 260 mil, sendo que R$ 80 mil serão provenientes de um leilão feito pelo município.

O veículo é todo equipado para proporcionar segurança e comodidade aos passageiros. Ele possui ar condicionado, banheiro e 46 lugares (com exceção do motorista).

Este ônibus irá substituir o antigo que já apresentava problemas em razão de estar sendo utilizado há quase 25 anos.

Em entrevista à equipe da Najuá, a Secretária de Saúde do Município, Deise Stefania Daniliszyn, destacou a importância da aquisição desse ônibus já que muitas pessoas precisam se deslocar do município para receber atendimentos em outras cidades.

“O que nós temos hoje é um ônibus ano 87, que nos foi doado pela Receita Federal, então já está na hora de ser trocado. Estamos adquirindo um ônibus usado que seja de 2005 pra cá. Mesmo sendo usado é um ônibus em boas condições e não está parado em algum pátio. Ele está andando e revisado”, conta Deisi.

Indagada sobre o atraso no processo licitatório, que deveria ter sido concluído até o mês passado, Deise disse que a demora ocorreu porque a secretaria de saúde deveria realizar uma avaliação in loco nas empresas para saber se a situação mecânica e o estado de conservação do ônibus estava dentro das recomendações previstas na lei.

“Nós estivemos visitando a empresa Nordeste há alguns dias para ter uma ideia do ônibus que nós adquiríamos. Fui eu, o chefe de transporte e é claro o mecânico que poderia avaliar. Nós vimos mais o aspecto por fora do ônibus, mas quem experimentou foi o mecânico que foi junto ver este veículo. Ele só fez elogios e disse que o ônibus está em perfeitas condições”, justifica.
 
Vale lembrar que em entrevista no mês de julho à Najuá, o vereador Vilson Menon afirmou que as três empresas que iriam participar do processo licitatório seriam definidas até o final de agosto. “Eu creio que, num período bem próximo no mais tardar, final de agosto, começo de setembro, as pessoas já possam usufruir deste ônibus. A gente sabe que  é demorado, mas vamos fazer o possível, para que isso se torne realidade”, explicou Menon.

Conclusão do processo licitatório

Segundo Deise, a partir do dia 24 já estarão disponíveis os editais para serem entregues as empresas interessadas e dia 8 de novembro será realizada a abertura desta licitação para aquisição do ônibus. Deise diz que não havendo nenhum impedimento e transcorrendo tudo dentro da normalidade, provavelmente até o final do mês de novembro o veículo já estará sendo utilizado pela secretaria municipal.

“Claro que a empresa terá que nos entregar ele revisado, nós temos que caracterizá-lo com a logo do município e tudo, mas a gente acredita que até o dia 30 de novembro, nós já estaremos com este ônibus adquirido. Eu espero e desejo que a partir do dia 30 ele esteja levando os pacientes para Curitiba”, imagina.

Pacientes atendidos e reclamações

Hoje, a Secretaria de Saúde de Irati dispõe aos pacientes um ônibus de 46 lugares, uma van que transporta até 15 passageiros e ambulâncias para pacientes com grau de enfermidade maior que não podem se deslocar sozinhos.

De acordo com Deise, em média, 61 pessoas são transportadas diariamente pela secretaria de saúde até Curitiba para tratamento médico. Ao todo, são mais de 15 clínicas e hospitais que recebem os pacientes iratienses.

Sobre a reclamação de algumas pessoas com relação ao horário de passagem nos pontos em Irati, Deise diz que devido à grande demanda, é necessário que o motorista comece a pegar os pacientes no início da madrugada, por volta das 2 h, para não atrasar as consultas em Curitiba.

“Há 18 pontos na cidade. Então os motoristas levam em média 2 horas recolhendo este pessoal aqui para poder seguir viagem. Quer dizer se a gente saísse mais tarde, aqui de Irati nós chegaríamos tarde e alguns perderiam a consulta”, comenta.

Deise explicou ainda durante a entrevista que o ônibus que será substituído não será repassado a outro setor do executivo municipal. Ele provavelmente continuará a disposição da secretaria de saúde para algumas eventualidades.

“A ideia é não utilizá-lo. A intenção é ficar com esse novo rodando mesmo, mas caso haja algum imprevisto de manutenção preventiva, ai a gente poderá usar. Mas provavelmente vai continuar na Secretaria de Saúde para alguma outra função”, confirma.


*Colaboração de Elizabete Budel

Comentários