Irati e Região / Notícias

06/12/13 - 03h53 - atualizada em 06/12/13 às 03h58

Mais de 200 pessoas participam de audiência para discutir pavimentação da PR-364

Pavimentação da estrada de chão entre Irati e São Mateus do Sul foi tema de encontro realizado na quarta-feira, 4
Rodrigo Zub, com reportagem de Edinei Cruz

A comunidade compareceu em grande número e participou ativamente da audiência pública realizada para discutir a pavimentação da estrada Irati a São Mateus do Sul. Segundos números dos organizadores do evento, mais de 200 pessoas participaram do encontro na noite de quarta-feira, 4, no clube ideal SãoMateuense.

Um dos assuntos abordados na audiência foi o andamento do projeto topográfico da PR-364, que está sendo elaborado pela empresa Concresolo Engenharia Ltda. Conforme apresentado por técnicos da empresa, o acostamento da rodovia deverá ser de dois metros de largura e a pista de rolamento 3,6 metros. O trecho da rodovia localizado no bairro Riozinho, que fica no perímetro urbano em Irati, poderá ser retirado do projeto. De acordo com a empresa, a pavimentação da PR-364 irá trazer vários benefícios como segurança, economia e viagens mais rápidas aos condutores.

Outro assunto discutido na audiência foi à possibilidade de substituir a topografia pelo perfilamento a laser, que é feito por meio de aviões. O perfilamento garante algumas vantagens como: não necessita de interdição da rodovia, risco menor do trabalho em campo e custo inferior a topografia.

Foi definido que haverá um novo encontro na segunda quinzena de fevereiro de 2014 para discutir o andamento do projeto de pavimentação da estrada Irati a São Mateus do Sul.

Prefeito de Irati entrega ofício ao presidente da ALEP

O prefeito de Irati, Odilon Burgath (PT) entregou um ofício ao presidente da ALEP, em nome da comunidade, pedindo agilidade na entrega do projeto de pavimentação da rodovia. “O contrato da empresa com o Governo Estadual rege que o prazo para entrega do projeto técnico é até julho de 2014, mas estamos cobrando agilidade porque o nosso desejo é que as obras de pavimentação tenham início ainda no ano que vem. O ofício que entregamos ao presidente da ALEP [Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni] retrata o anseio da região que há mais de 50 anos espera pelo pavimento”, disse Odilon, em matéria publicada pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura.

Em sua explanação, Odilon falou da importância do encontro e destacou que a conclusão da obra é aguardada com expectativa por estudantes da região de São Mateus do Sul. O prefeito comenta que vários acadêmicos se deslocam para Irati diariamente e encontram dificuldade para transitar na rodovia. Por esse motivo, ele destaca que alguns jovens ingressam em universidades de União da Vitória e Curitiba, em busca de formação em nível superior. O fomento do turismo na região do Planalto Norte de Santa Cataria também foi mencionado por Odilon. Na visão do prefeito, a pavimentação da rodovia ajudará os turistas no deslocamento até o Estado vizinho.

Prefeito Odilon Burgath entregou ofício ao presidente da ALEP, Valdir Rossoni, observado pelo deputado estadual, Professor Lemos
Ofício pede agilidade na conclusão do projeto de pavimentação da estrada Irati a São Mateus do Sul


Autoridades presentes

Além de Odilon e Rossoni, integraram a mesa de autoridades que participaram da audiência, os deputados estaduais do Partido dos Trabalhadores (PT), Professor Lemos e Péricles Holleben de Melo, os prefeitos de São Mateus do Sul, Clóvis Ledur, de Irati Odilon Burgath (ambos do PT), de Antônio Olinto, Fabio Staniszewski Machiavelli (PMDB), e de São João do Triunfo, Marcelo Hauagge (PSC), o presidente da Associação dos Municípios do Centro-Sul do Paraná (Amcespar), Claudemir dos Santos Herthel (PSDB), e os vereadores de São Mateus do Sul, Luiz Cesar Pabis (PT), e Omar Picheth (PDT). Representando a Câmara de Irati esteve presente o vereador Alceu Hreciuk (PT).

O representante da secretaria regional do Sindicato do Petróleo (Sindipetro)- PR/SC, Rui Dalcion Rocha Rossetim, que também participou da audiência explicou que a PR-364 é divida em 30 trechos, entre eles, São Mateus do Sul até a divisa com Santa Catarina. Rui disse que a rodovia possui duas denominações: Miguel Pichet (aprovada em 2006) e Miguel Pedro Abib (2007).

Para o representante do Sindipetro, a obra de pavimentação irá melhorar a condição social e econômica dos municípios de Irati, São Mateus do Sul e Rebouças. Rui avalia que os usuários irão reduzir os custos de manutenção dos veículos. Por isso, ele defende a necessidade de pavimentar a rodovia.

Rossoni se compromete em ajudar, mas diz que não pode prometer asfalto

Rossoni disse que não pode prometer que o projeto de pavimentação da estrada de chão de 47 km entre Irati e São Mateus do Sul seja executado. Porém, ele afirmou que está fazendo sua parte para que o sonho de milhares de agricultores, estudantes e moradores da região Centro-Sul deixe de ser uma promessa e se torne realidade. O presidente da ALEP pediu as pessoas presentes no encontro que se mobilizem e não desistam de lutar para que a estrada receba a atenção necessária.

O deputado também comentou que utilizava frequentemente à estrada quando cursava faculdade em Ponta Grossa. Rossoni seguia diariamente de Bituruna para a região dos Campos Gerais.

Além da PR-364, Rossoni também falou sobre sua gestão a frente da Assembleia. O deputado citou que extinguiu o 14º e 15º salários, promoveu a redução no número de comissionados e não sancionou a aposentadoria dos deputados.

Segundo Rossoni, a economia nos cofres da ALEP chegou a R$ 200 milhões. O deputado também comentou que a Secretaria Estadual de Educação repassou mais de 100 ônibus adaptados para as APAES do Paraná. Os veículos irão substituir as Kombis, que estão sendo utilizados para transportar os alunos com necessidades especiais.

Autoridades destacam movimento

Ledur agradeceu o apoio das autoridades presentes na audiência e reiterou que conta o auxílio da população para fiscalizar e cobrar a execução da obra.

Péricles parabenizou os representantes dos municípios de Irati e São Mateus do Sul pela iniciativa de mobilizar vários segmentos da sociedade para que seja formada uma comissão de acompanhamento do projeto de pavimentação da rodovia.

Lemos lamentou o fato de a estrada ser asfaltada somente no mapa. O deputado estadual lembrou as dificuldades dos agricultores para escoar a safra, principalmente pelo aumento da frota de veículos, que ultrapassa os 6 milhões de automóveis no Estado.
 


Comentários

Enquete

Reforma da Previdência

  • Nenhuma das respostas
  • Não deve mexer nos que ganham menos
  • Não é necessária
  • Deve ser ampla
Resultados