Irati e Região / Notícias

11/12/19 - 10h28 - atualizada em 11/12/19 às 10h40

Nova suspeita de sarampo leva saúde a convocar chamamento público

Pessoas que estiveram no mesmo local que a criança com suspeita da infecção devem procurar se vacinar o quanto antes

Da Redação 

Vacinação é a única forma de prevenir o sarampo

A Secretaria de Saúde emitiu um novo chamamento público na terça (10), diante de uma nova suspeita de caso de sarampo em Irati, que envolve uma criança de cinco meses. Todas as pessoas que estiveram, nas datas e locais relacionados abaixo, devem procurar uma sala de vacina, o quanto antes, munidas de RG, Cartão do SUS e Carteirinha de Vacinação:

- Pessoas que estiveram na Unidade de Saúde da Vila São João, entre 12h30 e 14h na última quarta (4);

- Quem esteve, entre as 13 e as 18h de sexta (6), no Supermercado Cavalin Bora, na Loja 13, no Veste 10 e Mais Econômica. Na mesma data, quem esteve no Pronto Atendimento Municipal (PA), das 21 às 23h30;

- Quem esteve no domingo (8), das 21 às 21h30, na Farmácia Trajano;

- Aqueles que compareceram ao setor de Pediatria, na Secretaria Municipal de Saúde, na segunda (9), das 8h20 às 13h; ao setor de Raio-X da Santa Casa, das 13h40 às 15h30 ou ao Posto de Saúde da Vila São João, das 16h20 às 16h40;

- Quem passou pelo Pronto Atendimento Municipal das 12 às 14h de terça-feira (10).

A vacina é a única forma de se prevenir o sarampo. A doença já matou 15 pessoas no Brasil neste ano, 14 delas no estado de São Paulo e uma em Pernambuco, segundo o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Cinco casos já foram confirmados e outros 17 estão em investigação em Irati. Em Mallet, dois casos estão em investigação e, em Rebouças, um caso. Nesses dois municípios, ainda não houve confirmação. Os dados são do Informe Epidemiológico Sarampo, da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), referente às semanas 31 e 48, atualizado na última quarta (4).

Nesse período, foram notificados 1679 casos em todo o Estado. Foram confirmados 538; seguem em investigação outras 989 suspeitas e 152 casos foram descartados. As maiores incidências de casos confirmados concentram-se na Regional Metropolitana (2ª RS), com 488 casos; União da Vitória (6ª RS), com 15 casos em toda a Regional, nove apenas em União da Vitória; 12 na 19ª Regional (seis em Jacarezinho e seis em Carlópolis); nove confirmados na 17ª RS (oito em Londrina e um em Rolândia). A 4ª Regional (Irati) tem o quinto maior número de casos confirmados (cinco até agora).


Comentários