Irati e Região / Notícias

09/07/19 - 19h09 - atualizada em 09/07/19 às 19h12

Número de CTGs inscritos no Rodeio dobra em dois anos

Serão 24 entidades participantes da Invernada Artística do 31º Rodeio Crioulo de Integração, que ocorre neste final de semana

Edilson Kernicki, com reportagem de Rodrigo Zub e Jussara Harmuch 

Marcelo de Ávila Francos é o coordenador das provas artísticas do rodeio de Irati

O número de Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) inscritos na Invernada Artística do 31º Rodeio Crioulo de Integração de Irati, que ocorre entre os dias 12 e 14 de julho, dobrou em relação aos participantes da edição de 2017. Segundo o coordenador das provas artísticas, Marcelo de Ávila Francos, 24 entidades tradicionalistas participam da Invernada Artística neste ano, contra 18, do ano passado, e 12, em 2017.

“A ideia inicial sempre foi essa: o resgate da imagem do nosso Rodeio, da credibilidade que o Rodeio de Irati já teve. Esses números nos alegram bastante e acredito que estamos no caminho certo”, comemora Marcelo. Os CTGs inscritos são de 19 municípios diferentes e reúnem em torno de 1.000 membros, de acordo com o coordenador. Além de Irati, participam CTGs de União da Vitória, General Carneiro, Ponta Grossa, Colombo, Curitiba, Guarapuava, Francisco Beltrão, Toledo, Cascavel, entre outros. Os avaliadores, por sua vez, são do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

O Rodeio de Irati faz parte de uma das etapas classificatórias para o Festival Paranaense de Arte e Tradição (Fepart). “O evento na final conta com 42 CTGs. Destes, 24 estarão aqui. É um número bem expressivo”, diz.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Em algumas modalidades, houve crescimento no número de inscritos em relação aos anos anteriores: causo, chula, dança tradicional, conjunto vocal, intérpretes e violão. “No ano passado, tivemos 23 intérpretes inscritos. Nesse ano, são 33”, compara.

As apresentações começam no sábado (13), às 8h30 da manhã, e vão até pouco antes das 21h, a fim de que o palco principal seja liberado para o show com Paulinho Mocelin e grupo Coração de Gaiteiro, a partir das 21h30, e o baile de rodeio com o grupo Talagaço, às 23h. As apresentações se distribuem em três palcos: no palco 1, dança e chula; no palco 2, declamação e trova e, no palco 3, o concurso da Mais Prendada Prenda e do Peão do Rodeio. No domingo (14), as apresentações da artística começam às 9h, nos dois palcos: o palco 1, com as danças tradicionais, e o palco 2, que recebe as provas de declamação, causos gauchescos de galpão e danças gaúchas de salão.

Marcelo enfatiza que a finalidade do Rodeio Crioulo de Integração é promover a cultura e o tradicionalismo gaúcho, através de suas apresentações e provas, tanto campeiras quanto artísticas e que, por isso, os shows apresentados durante a noite mantêm esse viés. Já a Expotexas, que ocorre no município vizinho de Teixeira Soares, visa outro tipo de público e aposta no rodeio country e shows sertanejos.

PUBLICIDADE

O distrito de São Luiz do Purunã, no município de Balsa Nova, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), acabou retirado do circuito de eventos tradicionalistas pelo fato de que esse aspecto acabava em segundo plano, tendo em vista que os carros com som alto eram predominantes. “O CTG foi desfiliado [do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Paraná, MTG-PR], saiu dos circuitos e acabou o rodeio, infelizmente. Era o maior rodeio do estado do Paraná e se acabou”, diz.

Em Irati, a política de barrar o chamado “inferninho” do rodeio gerou divergências e, no fim, mostrou resultados positivos. “Infelizmente, caminhávamos para talvez acontecer o mesmo. Um rodeio tradicionalista gaúcho, campeiro, como é o nosso, não pode absorver o que vinha acontecendo, que é o nosso famoso ‘inferninho’. O ano passado foi o primeiro em que foi extinto o ‘inferninho’ e não caiu o número de participantes; estava cheio o parque o tempo inteiro”, avalia.

Informações adicionais sobre as acomodações no camping do rodeio e sobre as apresentações artísticas podem ser obtidas com o coordenador Marcelo de Ávila Francos, pelo telefone (42) 99951-3460.

PUBLICIDADE

Comentários