Irati e Região / Notícias

21/07/11 - 14h55 - atualizada em 21/07/11 às 15h36

PR 364, Ligação Irati a São Mateus - Rossoni vai tentar viabilizar recursos; Rangel garante que obra sai do papel

Da Redação


A estrada PR-364, que liga Irati e São Mateus do Sul é prometida por políticos há mais de 20 anos. Em 2009, o então secretário Rogério Tizzot, acompanhado de lideranças locais e regionais trafegou pelo trecho, mas saiu da secretaria dos transportes sem atender a aspiração da comunidade. Em junho do ano passado, quando era governador, Orlando Pessuti (PMDB), havia reafirmado o compromisso com a obra, disse que tinha autorizado uma revisão do projeto final de engenharia que compreende 48 quilômetros de pavimentação asfáltica. Ele também falou que, pretendia entregar a autorização para licitação em no máximo 60 dias. De acordo com o que disse na época, a obra exigiria recursos de em torno de R$ 60 milhões e, aliada a Transbrasiliana, traria desenvolvimento para a região Centro-Sul do Paraná.


Em encontro da Federação das Indústrias do Estado do Paraná – FIEP, realizado no final de junho deste ano, a comitiva que representou a regional de Irati constatou que as obras de pavimentação desta rodovia não constavam na lista apresentada pelo secretário de Infraestrutura, José Richa Filho - Pepe, irmão do governador Beto Richa e uma reunião foi solicitada para pedir apoio do governo.


Entenda como é feito o planejamento do orçamento

A LDO é um dos três instrumentos de planejamento do orçamento público. Além das Diretrizes Orçamentárias, o orçamento público é estruturado através do Plano Plurianual (PPA) e pela Lei Orçamentária Anual (LOA), por meio da qual são programadas as ações de governo a serem executadas. A LOA obedecerá à LDO. Já o PPA estabelece, de forma regionalizada, objetivos e metas da administração pública para despesas de capital e outras despesas delas decorrentes. O PPA e a LOA devem ser encaminhados ao Poder Legislativo, três meses antes do encerramento do primeiro exercício financeiro (até 30 de setembro).

Orçamento para 2012

A lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO para o exercício 2012, onde o Governo do Estado prevê uma receita bruta de R$ 27,1 bilhões, foi aprovada na da Assembleia Legislativa do Paraná com 22 emendas parlamentares, antes do recesso parlamentar. O deputado e também presidente da Alep, Valdir Rossoni (PSDB) se destacou por ter empreendido esforços para discutir a LDO em tempo hábil, fato que será novamente importante quando a discussão do Orçamento ocorrer no segundo semestre. 

Rossoni preferiu ter cautela


O deputado e presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB) que esteve ontem em Irati para fazer a entrega de viaturas para a Polícia Militar, respondeu a indagação da reportagem da Najuá: “Nós estamos executando um orçamento elaborado pelo governo anterior, eu sei da necessidade do elo entre as duas regiões, inclusive com Santa Catarina, mas é preciso ter cautela para assumir este tipo de compromisso. Eu apenas assumo o compromisso de trabalhar com o governador Beto Richa para ver se viabilizamos recursos para esta obra”.


Marcelo Rangel garante que obra sai do papel


O deputado Marcelo Rangel também foi questionado e lamentou por não ter sido colocada no orçamento anterior e garantiu: “eu posso assegurar a vocês que, agora sim, esta obra vai sair do papel”.  Ele também destacou a importância da estrada como eixo para o escoamento da produção do estado e disse que já conversou com o governador e com o secretário Pepe, que se mostraram extremamente sensíveis para a questão.


O discurso de Rossoni é semelhante ao que fez quando esteve em Irati em abril de 2010. Ao responder o repórter da Najuá, na época, Luiz Carlos Ramos, disse que tinha compromisso com a execução da obra, mas pediu que o compromisso não fosse encarado como uma promessa: “Em governos anteriores eu fiz acontecer diversas pavimentações prometidas por outros. Eu prefiro não prometer, mas a população pode ter certeza que estarei atento, pois sei da importância da pavimentação desta rodovia para a economia regional. Eu prefiro fazer, sem prometer”, afirmou.


PR 364
PR 364

Comentários

Enquete

Reforma da Previdência

  • Nenhuma das respostas
  • Não deve mexer nos que ganham menos
  • Não é necessária
  • Deve ser ampla
Resultados