Irati e Região / Notícias

15/10/19 - 21h52 - atualizada em 15/10/19 às 22h04

Região receberá 437 novas moradias em programas estaduais

Municípios serão atendidos pelos programas Família Paranaense e Habita PR

Da Redação, com informações da AEN 

Imbituva do prefeito Bertoldo Rover receberá 177 casas no programa Família Paranaense. Na foto, ele aparecendo cumprimentando o governador Ratinho Junior

Cinco municípios da região da Amcespar (Associação dos Municípios do Centro-Sul do Paraná) serão contemplados com 437 novas moradias, através dos programas Família Paranaense e Habita PR. O número corresponde a quase 30% das 1.494 novas casas populares confirmadas pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior, no dia 9 de outubro, para moradores de 33 municípios paranaenses. O investimento é de R$ 118 milhões, com recursos do Tesouro Estadual, via programa Habita PR, e financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

As moradias compreendem três modalidades distintas: imóveis financiados, residências repassadas gratuitamente a famílias de baixa renda e condomínios exclusivos para idosos. “É todo um pacote com um olhar social para atender as pessoas que mais precisam. São várias categorias, conforme a renda da pessoa”, destaca o governador.

Da lista de 33 municípios atendidos, Imbituva é o que vai receber o maior número de moradias populares, através do programa Família Paranaense: serão 177 casas. Prudentópolis terá 89 residências, a partir desse programa, além de outras 25, na linha de financiamento do Habita PR e mais 40 no Habita PR Viver Mais, que é o condomínio para a terceira idade. Irati também terá um condomínio nesse formato, com 40 moradias para idosos.

Ratinho Júnior frisa que o Habita PR Viver Mais atende a uma faixa da população que, pela idade avançada, já não obtém ofertas de crédito dos bancos. “Precisamos cuidar dessa população com a construção de políticas para os idosos, incluindo condomínios residenciais exclusivos para essa faixa etária”, argumenta.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Para o município de Rebouças, foram confirmadas 32 moradias, pela modalidade de financiamento do Habita PR. Para Rio Azul, serão 34 casas nessa mesma modalidade. As casas serão construídas no bairro Santa Terezinha, próximo da Vila Feliz, com investimento de mais de R$ 1,6 milhão. Conforme o prefeito Rodrigo Solda, 10% dessas casas serão reservadas a idosos, deficientes ou pessoas em condição de vulnerabilidade mais agravada. O investimento em habitação em Rio Azul se soma a outras 103 casas já em construção na área urbana e mais 40 já entregues no interior do município.

O programa Habita PR foi lançado neste ano pela Companhia de Habitação Paranaense (Cohapar) a fim de estabelecer uma política pública para o setor habitacional. Ele se divide em três modalidades. Um deles é a Carteira Própria, que retoma empreendimentos construídos com recursos da Cohapar. Nesta etapa, 716 casas serão financiadas com custos reduzidos e condições facilitadas de pagamento. As edificações são voltadas a famílias com renda mensal de até seis salários mínimos e podem ser pagas em até 30 anos, com juros de 4% ao ano, conforme o presidente da Cohapar, Jorge Lange.

Na modalidade Viver Mais, serão construídos quatro condomínios horizontais fechados, com 40 unidades habitacionais cada, para moradores com mais de 60 anos, que atenderá por meio de aluguel social. Prudentópolis será um dos primeiros quatro municípios a receber esse tipo de empreendimento. Irati, Cornélio Procópio e Telêmaco Borba também serão atendidos no mesmo projeto. “A política para os idosos é prioritária, e agora Prudentópolis vai abrigar um dos primeiros projetos dessa categoria”, salienta o prefeito de Prudentópolis, Adelmo Klossowski. Somado ao Viver Mais, a linha de financiamento e o Família Paranaense, Prudentópolis vai receber 154 novas moradias.

Prefeito Jorge Derbli também participou da solenidade realizada no dia 9 que confirmou a liberação de recursos para construção de moradias em várias regiões no Estado

Comentários