Irati e Região / Notícias

17/11/11 - 00h39 - atualizada em 17/11/11 às 01h08

Rio-azulense que estava desaparecido é encontrado em Guarapuava

Marcelo Rossa, de 17 anos, saiu de casa no sábado e foi encontrado dois dias depois nas proximidades da Serra da Esperança, em Guarapuava
Rodrigo Zub

Marcelo foi encontrado na segunda-feira
Do susto ao reencontro emocionante. Nos últimos dias, a vida da família Rossa, que mora na localidade de Faxinal dos Mouras, em Rio Azul, mudou completamente. No último sábado, 12, o espanto ao ver que o menor Marcelo Rossa, de 17 anos, havia saído de casa. Na segunda-feira, 14, o alívio de ver novamente o rapaz de volta para os braços do pai, mãe e dos irmãos. Felizmente a apreensão dos familiares ao saber que o jovem estava desaparecimento se tornou uma grande alegria após o desfecho com final feliz.

Marcelo foi encontrado na cidade de Guarapuava. Foram dois dias solitários caminhando pelas ruas, estradas e carreiros da região da Serra da Esperança, na divisa entre os municípios de Inácio Martins e Guarapuava. Jeferson Rossa, irmão do adolescente que estava desaparecido, conversou com a equipe da Najuá na manhã de ontem. Ele relatou que o rapaz fugiu a pé percorrendo alguns trechos bastante íngremes até chegar à parte alta da Serra. Segundo Jeferson, o maior medo da família era que o jovem tivesse se perdido, pois o local é de difícil acesso.

“Nossa principal preocupação foi que na região da Serra da Esperança, há uma mata muito fechada, um trecho de reserva que é bastante grande. Lá o Marcelo poderia se perder. Esse foi nosso maior medo que ele estivesse em algum local que não pudesse sair, pois na cidade de Inácio Martins ninguém havia visto”, relata.

A boa notícia foi de que, apesar de ter ficado o tempo todo andando e enfrentando o tempo ruim e as fortes chuvas do último fim de semana, Marcelo foi localizado pela polícia de Guarapuava sem nenhum problema de saúde, na segunda-feira, 14.

“Ele ficou na rua, talvez ele achou algum abrigo, digamos assim, no momento da chuva. Provavelmente ele dormiu na beirada do asfalto, em baixo de uma árvore algo assim. Ele se molhou um pouco na primeira chuva. Só que ele havia levado um pouquinho de roupa”, diz Jeferson, agradecendo o trabalho realizado pela equipe do Conselho Tutelar de Guarapuava, que prestou atendimento médico e todos os cuidados necessários ao jovem após ele ser localizado.

“Agradecemos a todos e até o pessoal de lá [Guarapuava] que nos ajudou. Foi um alívio muito grande para a família. Que Deus abençoe todos vocês”, resumiu Jeferson, agradecendo a todas as pessoas que contribuíram prestando informações à polícia sobre a localização de seu irmão.

Comentários