Irati e Região / Notícias

21/02/15 - 10h27 - atualizada em 21/02/15 às 10h52

Rodoviária José de Andrade Leite é inaugurada em Irati

Prédio foi inaugurado depois de três anos de lutas na Justiça
Paulo Henrique Sava

Depois de três anos de espera e lutas judiciais, a Prefeitura de Irati inaugurou na noite da última quinta-feira, 19, a nova rodoviária de Irati. A chuva que caiu no fim da tarde deu uma trégua e o público compareceu para conhecer o novo local.

A obra teve início em fevereiro de 2012, ainda na gestão do prefeito Sérgio Stoklos, e tinha um prazo de 10 meses para ser entregue. Porém, devido a diversos impasses judiciais, ela pode ser concluída somente este ano.

Nova rodoviária deve receber pessoas de toda a região
De acordo com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Irati, o investimento total na obra foi de R$3.313.783,97, além do recurso aplicado na pavimentação do local. Ao todo o novo terminal tem uma área construída de 3154,64 m². 

Inicialmente, a nova rodoviária abrigará duas empresas de ônibus e duas lojas de conveniências, porém, existem outros espaços para empreendimentos. Porém, até a conclusão desta reportagem, nenhum comerciante havia se instalado no local.

Além dos secretários municipais, dos vereadores e do prefeito Odilon Burgath (PT), a cerimônia de inauguração contou com as presenças  da senadora Gleisi Hoffmann (PT), do deputado estadual Márcio Paulik (PDT) e do deputado federal Aliel Machado (PC do B). Eles chegaram a Rodoviária em um ônibus fretado para simbolizar o primeiro veículo estacionado em uma plataforma do novo prédio.

Gleisi destacou que o terminal, importante para toda a região, foi construído “com esforço único da Prefeitura de Irati, ou seja, com recursos do município e dos cidadãos iratienses. Ficou muito bonito e eu espero que seja realmente muito útil aos cidadãos daqui e de toda a região”, comentou.

Emocionado, o prefeito Odilon Burgath falou sobre sua alegria em poder inaugurar o novo terminal rodoviário. 

“Foram dois anos de trabalho, incansavelmente buscando  fazer com que este terminal fosse concluído. Olhem para o céu, o arco-íris está lá, e isto representa o sinal de  que tudo deu certo. Esta rodoviária é do povo de Irati e da região. Eu estou muito emocionado em ver tanta gente, por isso o esforço que nós temos feito não tem preço”, comentou o prefeito.

O deputado federal Aliel Machado (PC do B) conta que a história da Rodoviária de Irati ficou conhecida como “lenda” em todo o Paraná. 

“A questão desta rodoviária ficou conhecida no Paraná inteiro e o município, com recursos próprios, com um grande investimento e com muita dificuldade conseguiu entregar hoje (quinta-feira, 19). Então, é uma realização para a cidade e o mínimo que a gente poderia fazer é acompanhar este trabalho”, destacou o parlamentar.

Fotos: Paulo Henrique Sava

{album}

Rodoviária recebe o nome de José de Andrade Leite

A nova rodoviária de Irati recebeu o nome de José de Andrade Leite, numa homenagem prestada pela Prefeitura Municipal e pela Câmara de Vereadores em 2003, através da Lei Municipal nº 2030. 

José de Andrade Leite foi uma das figuras mais importantes da história de Irati, principalmente em suas atividades comerciais como representante, numa época em que as ferramentas de comunicação eram primárias, assim como os meios de transporte.

Por longos anos, José Leite viveu na casa da Rua Dona Noca, a poucas quadras da Rodoviária de Irati, que além de residência da Família abrigava também seu escritório profissional. Muitos se reuniam na Rodoviária, cuja sede original foi inaugurada no ano de 1957, nos horários de chegada e saída dos ônibus, não só pelos passageiros e encomendas como também por ali circularem as “novidades” e notícias vindas principalmente da Capital. Eram tempos sem internet, o telefone era novo, meios de transportes escassos.

Na década de 60, o primeiro prédio foi demolido e deu lugar a construção que foi utilizada até 2012. Esta, após quase 50 anos, foi demolida e deu lugar ao novo prédio inaugurado na última quinta-feira.

A reportagem da Najuá conversou com José Carlos de Messias Leite, um dos filhos do homenageado. Ele afirmou que ficou emocionado com a homenagem prestada a seu saudoso pai.

“A gente teve uma vida aqui em Irati e lembramos de muitas coisas com esta homenagem que foi lembrado da história do meu pai. Agora ele fica perpetuamente com seu nome lembrado aqui”, destacou José.

Dona Amábile Coltro Leite, de 84 anos, viúva do homenageado, também falou a respeito da homenagem prestada a seu saudoso esposo. “Falavam que, se o José de Andrade Leite não viesse na Rodoviária, os ônibus não saíam. Ele era muito amigo do Sr. Jair Araújo (fundador da empresa J. Araújo) e acompanhava diariamente a chegada e saída dos ônibus, quando eram poucos, depois não deu mais”, conta.
Dona Amábile comenta que, apesar dos seus problemas de saúde, valeu a pena prestigiar a inauguração da nova rodoviária.

O presidente da Câmara, Vilson Menon (PMDB) falou sobre sua satisfação em poder entregar, junto com o Executivo, a nova rodoviária de Irati.

“Nós conseguimos dar este presente para a comunidade e aos cidadãos iratienses, porque a gente sabe como funcionava a rodoviária provisória, não dando conforto e a infraestrutura mínima para se poder trabalhar e usufruir daquele espaço. A gente fica muito feliz de poder estar entregando isso a Irati hoje”, finalizou Menon.

Até o momento, as duas empresas de ônibus estão instaladas na nova rodoviária sem os serviços de telefonia e internet. De acordo com funcionários das empresas, os serviços devem ser instalados no início da próxima semana. 


Comentários