Irati e Região / Notícias

14/11/14 - 18h39 - atualizada em 14/11/14 às 18h51

Televisando o Futuro premia estudantes de Irati em fase regional

Projeto desenvolvido pela RPC TV em parceria com as escolas trabalhou a Pluralidade Cultural como tema deste ano
Da Redação

Desde 2008, o projeto Televisando o Futuro, da RPC TV, vem trabalhando junto às escolas com temáticas sociais que se relacionam ao cotidiano dos estudantes, a fim de promover o exercício de cidadania entre os jovens paranaenses. A edição de 2014 desenvolveu o tema “Pluralidade Cultural” e propôs a demonstração de que as diferenças enriquecem as relações sociais e contribuem para desenvolver uma sociedade mais justa e igualitária.

Estudantes de Irati, tanto da rede estadual quanto municipal, novamente se destacaram no projeto, com premiação regional, na sede da RPC em Guarapuava, e se classificaram para a final estadual.

A Secretaria Municipal de Educação integra o projeto há três anos e, em 2014, 20 escolas se inscreveram. O programa inclui três fases de desenvolvimento: municipal, regional e estadual e, nesta terça (11), duas alunas da rede municipal foram premiadas.

A aluna Luana Pereira da Luz, orientada pela professora Célia Maria Zavelinski, da Escola Municipal José Siqueira Rosas, foi premiada por sua ilustração na categoria Cartunista Mirim. Cabe ressaltar que esta é a categoria que recebeu o maior número de inscrições nesta edição: 1.014, em todo o estado, de acordo com a RPC. Nessa categoria, concorrem alunos dos 4º e 5º anos do ensino fundamental. Cada produção deveria ter quatro quadrinhos seqüenciais referentes ao tema do projeto.

Érica Bianca Ianiski, sob orientação da professora Célia Sobutka Stepka, da Escola Rural Municipal dos Colonizadores foi premiada na categoria ilustrador mirim. A categoria é voltada para alunos do 1º ao 3º ano do fundamental e cada aluno deveria produzir um desenho sobre o tema proposto.

A secretária municipal de Educação, Cláudia Maria Petchak Zanlorenzi, se felicita pela conquista das estudantes. Ela destaca que desde que as escolas iratienses passaram a integrar o projeto, sempre foram premiadas. Sobre as alunas premiadas na etapa regional, Cláudia disse estar contente não só pela premiação, mas pelo trabalho executado sobre a Pluralidade Cultural.

Rede estadual

A Escola Estadual Pio XII classificou trabalhos de seus alunos para a fase estadual na categoria repórter teen, ao obter o 1º lugar na fase regional, em Guarapuava. A categoria envolve alunos do 8º e 9º anos do fundamental e os alunos devem produzir uma vídeo-reportagem, com duração entre um e três minutos. As imagens devem trazer uma narração em áudio, como nos telejornais e o material gravado em DVD.

O trabalho premiado foi orientado pelo professor Ivo Marcelo Felchak e realizado pelas alunas: Paula Andressa Maneira, Camila Mikaski, Juliana Amaral, Paloma Gabriela Gomes Trindade, Mariane Chasco, Gabriela Castro e Jeniffer Galvão.

Na categoria redator júnior, a aluna Eloane de Souza, também do Pio XII, ficou em 3º lugar na fase regional. O trabalho teve orientação da professora Salete Franczak. A categoria, voltada para alunos do 6º e 7º anos do fundamental, exigia a produção de uma redação de 10 a 20 linhas acerca de uma das reportagens levadas ao ar pela RPC TV.

Os alunos concorrem a TVs de LED de 32 polegadas, bicicletas e câmeras digitais. Profissionais do Instituto GRPCOM, das áreas de jornalismo, web, programação e marketing já escolheram, no dia 30 de outubro, os finalistas vencedores do concurso, porém os nomes serão revelados somente no fim de novembro.

Eloane de Souza ficou em 3º lugar na categoria redator júnior
Trabalho da Escola Pio XII ficou em 1º lugar na categoria repórter teen


 Números

O projeto surgiu em 2008, envolvendo apenas um município e, hoje, abrange mais de 40 municípios e 840 escolas públicas, somando, desde a primeira edição, a participação de 400 mil alunos. Somente na edição 2014, o Televisando o Futuro atingiu 100.025 estudantes, distribuídos em 836 escolas, espalhadas em 42 Secretarias Municipais de Educação e 22 Núcleos Regionais de Educação em todo o Paraná. Nove universidades participaram da avaliação dos trabalhos nas fases municipal e regional: UTP, Cesumar, FAG, UDC, Guairacá, Unicentro, UEPG, Unipar e Unopar.

O projeto já premiou 1,2 mil trabalhos nos últimos cinco anos e recebeu 11.982 inscrições desde o início, excetuadas as desse ano. Somente no ano passado, foram 2.687 trabalhos inscritos. 

Comentários