Irati e Região / Notícias

03/04/19 - 21h21 - atualizada em 03/04/19 às 21h50

Via Sacra na Serra da Esperança será neste final de semana

Ponto de partida, às 8h30 da manhã, será a casa de Ambrósio Gulbinski, onde no ano passado aconteceu a 1ª Estação

Edilson Kernicki, com reportagem de Rodrigo Zub 

Via Sacra na Serra da Esperança será neste final de semana

Acontece neste domingo (7) a 2ª Via Sacra na Serra da Esperança, organizada pelo Grupo de Oração Nossa Senhora Auxiliadora, da Comunidade de Faxinal dos Limas, pertencente à Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Rio Azul. Os fiéis vão percorrer um trecho de aproximadamente seis quilômetros para rezar e refletir sobre os últimos passos de Jesus, em sua Via Crúcis.

A subida da serra tem um caráter simbólico, pois o período quaresmal, para os católicos, recomenda jejum e penitência. As estações da Via Sacra relembram a trajetória de Jesus desde sua condenação à morte, a subida do Calvário, a crucificação a morte e o depósito do Senhor Morto no Santo Sepulcro. A 15ª Estação – a Ressurreição de Cristo – não será realizada.

Confira no fim do texto a entrevista com os organizadores do evento, Gilvano Gulbinski e Romário Pelepek

PUBLICIDADE

O ponto de partida, às 8h30 da manhã, será a casa de Ambrósio Gulbinski, onde no ano passado aconteceu a 1ª Estação. A maior parte do trajeto será feito na própria comunidade de Faxinal dos Limas. Três das 14 estações ficam no município de Inácio Martins, na parte em que faz limite com o município de Rio Azul. A expectativa é chegar à 14ª Estação, na Gruta Nossa Senhora Auxiliadora, no alto da serra, por volta de meio-dia.

Já a partir das 6h, os fieis serão acolhidos com um café reforçado em frente à casa da família Gulbinski.

Voluntários ajudaram a fazer a primeira gruta que servirá de padrão para as demais estações da Via Sacra

Homenagem

O pedreiro Heinz Denzer será homenageado com uma placa, na inauguração da gruta da 1ª Estação. Denzer construiu a gruta que servirá de modelo para as demais. O Grupo de Oração busca patrocinadores, que podem apadrinhar a construção de uma gruta. Cada uma delas servirá de referência para a Via Sacra.

PUBLICIDADE

Em janeiro, o pedreiro ganhou destaque por peregrinar, de bicicleta, de Rio Azul até Aparecida (SP). Nesta semana, ele participou de um evento de ciclismo em Avaré (SP), mas chega em Rio Azul a tempo de participar da Via Sacra.

Heinz Denzer (esquerda) que ajudou a construir primeira gruta será homenageado por ter realizado percurso de Rio Azul a Aparecida (SP) de bicicleta

Lembretes úteis

Antes de descer para o pé da serra, os participantes farão um almoço, aos mesmos moldes da primeira edição. Os organizadores pedem que cada um leve sua própria comida e sugerem pratos leves, ou salgados, de modo a tornar mais prático o transporte deles na subida da serra. Coisas fáceis de carregar e que não demandem refrigeração.

Quem quiser, também pode levar carne para assar no alto da serra, pois serão disponibilizados alguns espetos da capela e serão montadas churrasqueiras no chão. Para beber, a sugestão é levar sucos e refrigerantes. Não será aceito o consumo de bebida alcoólica.

PUBLICIDADE

Outra recomendação dos organizadores é que os fiéis usem roupas e calçados confortáveis, preferencialmente bermuda e tênis, para a subida. Da mesma forma, sugerem levar bastante água para se hidratar ao longo do trajeto.

Primeira gruta foi construída em frente a residência da família Gulbinski

Transporte gratuito

Para os moradores da cidade que quiserem participar da Via Sacra, haverá ônibus gratuito para levá-los até o Faxinal dos Limas. Os interessados devem procurar a Secretaria da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e falarem com a Rita, para reservar um lugar. O ponto de embarque será em frente à Matriz e o ônibus deve partir às 7h da manhã.

No local, também haverá suporte com ambulância e socorristas, para qualquer eventualidade de alguém vir a não se sentir bem durante o percurso.

Informações adicionais pelos telefones: (42) 3463-1255 – Paróquia; (42) 99858-2375 – Gilvano; (42) 99139-3517 – Romário e (42) 99817-1332.

Ouça a entrevista com os organizadores da Via Sacra, Gilvano Gulbinski e Romário Pelepek

Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados