Paraná / Notícias

20/03/19 - 19h01 - atualizada em 20/03/19 às 19h07

Bombeiros localizam corpo de rapaz que estava desaparecido desde sábado

Morte do adolescente causou comoção nas redes sociais das três cidades em que usuários se mobilizaram para tentar encontrá-lo

Da Redação, com informações da Cultura Sul FM e Portal Vvale 

Corpo do adolescente foi encontrado de bruços e enroscado num matagal

As cidades de União da Vitória, Porto União (SC) e Porto Vitória lamentaram a morte de Carlos Eduardo Alves Ozório, de 17 anos. Os bombeiros localizaram o corpo do jovem, na manhã desta terça-feira (19), boiando no leito do Rio Iguaçu. O menino havia desaparecido no sábado (16). Desde então, era grande a mobilização nas redes sociais em busca de informações sobre o paradeiro do adolescente.

Equipes do Corpo de Bombeiros de União da Vitória e de Porto União, na divisa do Paraná com Santa Catarina concluíram as buscas pelo jovem na manhã desta terça (19). O corpo estava boiando na região da Ponte Transbrasiliana, na BR-153.

Por volta das 13h, a família divulgou um comunicado nas redes sociais, em que confirmou a morte do garoto. A mãe da vítima reconheceu o corpo no Instituto Médico-Legal (IML) de União da Vitória, para onde havia sido encaminhado.

PUBLICIDADE

Quando desapareceu, no sábado (16), Carlos Eduardo usava uma camiseta e calça jeans preta, óculos e estava com uma bicicleta verde e cinza. O desaparecimento dele foi registrado em boletim de ocorrência no 27º Batalhão da Polícia Militar e na Delegacia Eletrônica de Desaparecidos do Paraná.

Carlos Eduardo Alves Ozório

Desaparecimento

Carlos Eduardo, que era morador do Distrito de São Cristóvão, em União da Vitória, e trabalhava como técnico de informática em um supermercado, tinha sido visto pela última vez às 3h20 da madrugada de sábado (16). Ele estava próximo a um supermercado e andava de bicicleta. Ele chegou a ser seguido até a Ponte de Ferro, mas o perderam de vista.

PUBLICIDADE

Ainda no sábado (16), o pai do garoto publicou a foto do filho nas redes sociais a fim de comunicar seu desaparecimento. A PM toma conhecimento do caso e passa a investigar a situação. As fotos recebem milhares de compartilhamentos, mas não havia nenhuma informação sobre o paradeiro do adolescente.

No domingo (17), saiu o registro oficial do desaparecimento de Carlos Eduardo, na lista da Delegacia Eletrônica de Desaparecidos. Os pais buscaram vestígios que pudessem indicar para onde o filho teria ido. No histórico de buscas feitas pelo adolescente, constava “como ir até Porto Vitória de bicicleta”. Os familiares pediram imagens de câmeras de segurança para tentar traçar a rota que o menino teria seguido.

Na segunda (18), a 4ª Subdivisão Policial assumiu as investigações sobre o desaparecimento do menino. A família continuou sem informações sobre o paradeiro de Carlos Eduardo, que foi localizado pelos bombeiros somente na manhã seguinte, já em óbito.

As causas da morte do adolescente estão sendo investigadas.

Quer receber notícias de Irati e região? Envie SIM NOTICIAS para o WhatsApp 42991135618 ou simplesmente clique no link a seguir http://bit.ly/CliqueAquiWhatsSuperNajua

Por e-mail: http://bit.ly/2BiE4tC   



Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados