Paraná / Notícias

05/08/19 - 21h43 - atualizada em 05/08/19 às 21h50

Cliente paga compra com nota de R$ 100 falsificada

Rapaz comprou três latas de cerveja e foi embora com o troco

Da Redação, com informações da Difusora do Xisto 

Um rapaz se passando por cliente pagou a compra com uma nota falsa de R$ 100 num mercado da Vila Amaral, em São Mateus do Sul. A Polícia Militar foi acionada no início da noite de domingo (4) para atender à situação.

Segundo uma funcionária que trabalha no caixa do estabelecimento, um rapaz loiro, que vestia moletom verde e calça jeans, comprou três latas de cerveja e pagou com a cédula falsa no valor de R$ 100. Ele recebeu o troco referente à compra e foi embora num Fiat Palio com placas da cidade de Canoinhas (SC), acompanhado de outros dois homens.

A vítima suspeitou que a nota era falsa ao verificar as marcas d’água e outros detalhes e acionou a PM, que realizou patrulhamento pelas imediações do mercado, mas não localizou o veículo nem os suspeitos.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

A cédula foi apreendida e encaminhada à 3ª Subdivisão Policial (SDP). A Polícia Militar de Santa Catarina foi informada da ocorrência para eventual abordagem.

Como identificar a autenticidade da cédula

De acordo com o Banco Central do Brasil (BCB), elementos de segurança ajudam a identificar a autenticidade das cédulas de Real. A marca d’água é apenas um desses dispositivos: ao ser posicionada contra a luz, aparece na nota a imagem do animal e o número do valor correspondente.

Nas notas de R$ 10, R$ 20, R$ 50 e R$ 100, existe o fio de segurança. Quando a cédula é colocada contra a luz, um fio escuro fica visível no meio da nota. Nesse fio aparecem escritos o valor e a palavra “Reais”.

PUBLICIDADE

Também é possível identificar que a nota é verdadeira pelo alto-relevo. Na face frontal, na legenda “República Federativa do Brasil”, nas laterais e nos números indicativos do valor. Nas notas de R$ 20, R$ 50 e R$ 100, também dá para sentir o relevo na legenda “Banco Central do Brasil”, no animal e no número que indica o valor.

Um quebra-cabeça, se exposto na contraluz, contrapõe os desenhos das duas faces da cédula e aparece o número correspondente ao valor. O “número escondido” aparece quando a cédula é posta na horizontal na altura dos olhos. E elementos fluorescentes surgem se a nota for exposta sob a luz ultravioleta. Notas de R$ 50 e de R$ 100 possuem faixa holográfica. Notas de R$ 10 e de R$ 20 possuem o número que muda de cor (de verde para azul).

PUBLICIDADE


Comentários