Paraná / Notícias

10/12/11 - 00h50 - atualizada em 10/12/11 às 01h06

Ibama identifica 60 pontos de desmatamento no Paraná

A maior área desmatada fica em Inácio Martins e tem cerca de 300 hectares – equivalente a dois parques Barigui, de Curitiba

 Gazeta do Povo

 

O Ibama identificou 60 pontos de desmatamento no Paraná, com a operação Atlântico Verde
Aproximadamente 60 pontos de desmatamento foram identificados no Paraná pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e de Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que realiza desde segunda-feira (5) a operação Atlântico Verde.

A maior área desmatada fica em Inácio Martins e tem cerca de 300 hectares – equivalente a dois parques Barigui, de Curitiba. Valores de multas ainda não foram calculados.

O superintendente do Ibama no Paraná, Helio Sydol, explica que foram feitos sobrevoos de helicóptero por áreas de mata fechada entre os dias 17 e 23 de novembro. Os fiscais, conta Sydol, já conhecem quais são as faixas com densa floresta nativa. Identificados os pontos de desmatamento na inspeção aérea, por terra agentes foram enviados para confirmar o desmate e encontraram araucárias e imbuias no chão, aos montes.

 

Ações

Mesmo com ações para repreender derrubadas - como a que aconteceu no mês passado, em parceria com a Polícia Federal e que resultou na prisão de 17 pessoas, o pouco de floresta que ainda resta no Paraná está sendo devastado. “O avanço sobre o remanescente de floresta nativa continua forte”, comenta o superintendente.

A operação Atlântico Verde se concentra na região Centro-Sul do estado. “À exceção do litoral, é onde restou floresta”, justifica Sydol.


Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados