Policial / Notícias

08/02/15 - 10h13 - atualizada em 09/02/15 às 10h14

Acidente entre van e carro deixa 14 feridos na PR-438

Com o impacto, van capotou ao lado da rodovia. Entre as vítimas, duas sofreram ferimentos graves, mas já foram liberadas do hospital
Da redação, com reportagem de Tadeu Stefaniak


Um acidente envolvendo uma van e um veículo Peugeot deixou 14 pessoas feridas na manhã de domingo, 8, na PR-438, nas proximidades da Chácara do Kominski, em Fernandes Pinheiro.

Após a colisão, a van acabou capotando ao lado da rodovia. A equipe do Corpo de Bombeiros de Irati foi acionada e atendeu as vítimas com apoio da ambulância da Caminhos do Paraná.

Antonio Rodrigues, de 68 anos, condutor e único ocupante do Peugeot sofreu ferimentos leves, mas recusou atendimento médico. Já na van havia 15 pessoas. O motorista, Gease Santos da Silva, 33 anos, e o passageiro, Sérgio Luiz Pabis, 49 anos, escaparam ilesos. Nayara Pacheco Ribeiro, 22, e Sâmela Cristina Rossetim, 27 anos, sofreram ferimentos considerados graves, mas já foram liberadas do hospital e estão fora de perigo. Os outros passageiros da van sofreram ferimentos leves. Conforme relatório do Corpo de Bombeiros, as outras vítimas foram: Vinicius Wacelyczem, 23, Iracema Brunikoski Pabis, 44, Daniela Cristina Brunikoski, 22, Saionara Domingues Ribeiro, 31, Mozart Martins Silva, 28, Allan P. Cordeiro, 23, Allan Henrique Xavier, 23, Débora de Quadros, 22, Tatiana Pabis, 22, Samuel Domingues Ribeiro, 28, e um adolescente de 16 anos. As vítimas foram encaminhadas até a Santa Casa de Irati, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

A van havia sido contratada para transportar 14 passageiros para uma formatura em Ponta Grossa. O acidente ocorreu por volta das 7 h, quando a van retornava para Irati. Já o condutor do Peugeot disse que havia visitado familiares em Irati e Fernandes Pinheiro.

O motorista da van realizou o teste do bafômetro, que não acusou teor alcoólico. Já o condutor do Peugeot se recusou a fazer o teste, porém, segundo o Soldado Sanches, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), ele não apresentava sinais de embriaguez. Antonio Rodrigues foi notificado, pois não portava a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Fotos: Tadeu Stefaniak

 

 

 

Comentários