Policial / Notícias

09/06/15 - 09h29 - atualizada em 09/06/15 às 10h19

Diretor do Guamirim morre 38 dias após sofrer acidente na BR-153

Alex Sandro Fusverski estava internado em um hospital em Ponta Grossa. Baixinho como era conhecido morreu em decorrência de uma parada cardíaca na madrugada de hoje
Da Redação

Torcedor do Flamengo, Baixinho era envolvido com as atividades do futebol guamiriense
A comunidade de Guamirim amanheceu de luto. Um dos grandes desportistas e incentivadores do futebol local, Alex Sandro Fusverski, de 35 anos, morreu em decorrência de uma parada cardíaca na madrugada desta terça-feira, 9.

Baixinho como era conhecido permaneceu internado no hospital Bom Jesus, em Ponta Grossa, durante 37 dias. No dia 1º de maio, ele conduzia um veículo Corsa, quando perdeu o controle da direção, saiu da pista e colidiu contra uma árvore às margens da BR-153, em Rio Azul. O acidente ocorreu por volta das 22h30, no km 360 da rodovia. Na ocasião, Baixinho foi socorrido pela equipe do Corpo de Bombeiros de Irati. Ele foi encaminhado até a Santa Casa de Irati. Entretanto, devido à gravidade dos ferimentos, o motorista foi transportado para o hospital Bom Jesus, em Ponta Grossa.

Baixinho desempenhava o cargo de diretor do Guamirim- clube pelo qual já havia sido presidente. Ele era um dos filhos do ex-árbitro da ARAI, Alceu Fusverski. Sempre envolvido com as atividades do futebol local, Baixinho organizava o Campeonato Guamiriense criado em 2013 e que já teve três edições.

Uma das últimas iniciativas de Baixinho como integrante da diretoria do Guamirim foi trabalhar pela construção da cabine de rádio no estádio Edgard Andrade Gomes, que recebe jogos do Campeonato Guamiriense e de clubes da região.

O corpo de Baixinho está sendo transladado de Ponta Grossa e será velado no pavilhão da igreja São Pedro, em Guamirim. O sepultamento será na quarta-feira, 10, às 9 h, no cemitério de Guamirim.

Confira outros detalhes do acidente sofrido por Baixinho no dia 1º de maio.

Atualmente, Baixinho ocupava o cargo de diretor do Guamirim

Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados