Policial / Notícias

22/08/19 - 15h57 - atualizada em 22/08/19 às 16h04

Família passa mal após ingerir "água milagrosa"

Homem que estava realizando manutenção em antenas ofertou água para algumas pessoas e disse que o líquido era oriundo de Aparecida

Da Redação


Alguns moradores da localidade de Rio Preto, em Irati, passaram mal após ingerirem uma água que foi ofertada por um homem que estava realizado a manutenção de uma antena parabólica. O suspeito disse que o líquido era oriundo de Aparecida e seria uma água milagrosa. O morador que acionou a Polícia Militar na quarta-feira, 21, disse que as pessoas que tomaram a água apresentaram sonolência e precisaram ser amparadas por vizinhos. Eles foram encaminhados até o Pronto Atendimento Municipal para receberem atendimento médico.

Segundo as vítimas, um homem chegou na comunidade com um veículo Gol verde para realizar serviços de manutenção em antenas parabólicas. Após constatar que os moradores passaram mal, ele se ofereceu para levá-los ao hospital. Os policiais recolheram duas garrafas pequenas com água, que foram entregues na Delegacia.

De acordo com informações repassadas para a PM, o homem que repassou a água deixou a localidade assim que as pessoas adoeceram. Os policiais não conseguiram encontrar o suspeito.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Mobilete é furtada

Em outra ocorrência em Irati, uma Mobilete foi furtada na rua Virgílio Trevisan, na manhã de ontem, 21. O dono deixou a moto na frente de uma residência sem chave e sem cadeado, enquanto estava trabalhando nos fundos do imóvel. Por volta das 11h30, o homem constatou que a mobilete havia sido furtada. Policiais realizaram buscas, mas não encontraram suspeitos do furto.

Policiais de Rebouças localizam bicicleta em terreno baldio

Uma bicicleta feminina de 18 marchas foi localizada na quarta-feira, 21, em um terreno baldio pela Polícia Militar de Rebouças. Ela estava nas proximidades de uma serraria na localidade do Barreiro. O objeto foi apreendido e entregue na Delegacia.

PUBLICIDADE


Comentários