Policial / Notícias

11/12/19 - 00h24 - atualizada em 11/12/19 às 10h29

Mestre de obras desaparecido em Curitiba pode ter passado por Irati

Gabriel de Paula Ramos, 47 anos, foi visto pela última vez na sexta (6) ao meio-dia, no bairro São Braz, na capital

Da Redação, com informações da Polícia Civil, Banda B e Ric Mais 

Foto do homem desaparecido já consta no sistema da SESP/PR

A família do mestre de obras Gabriel de Paula Ramos, de 47 anos, busca informações sobre seu paradeiro desde a última sexta-feira (6). O proprietário de uma empresa prestadora de serviços de construção civil desapareceu por volta do meio-dia, quando deixou o canteiro de obras onde trabalhava, no bairro São Braz, na capital, para ir até o banco retirar dinheiro para o pagamento de seus funcionários.

O Boletim de Ocorrência do desaparecimento foi registrado na segunda-feira (9). A cunhada do desaparecido, Lúcia dos Santos, relatou ao portal Ric Mais que Gabriel já sofreu assalto, numa circunstância parecida, no ano passado, quando ele foi até o banco em época de pagamento e teve R$ 7 mil roubados.

Para a família, o que mais intriga é o fato de o veículo também ter sumido. O pedreiro usava uma calça jeans e uma camisa polo vermelha e estava com um Fiat Uno branco com uma faixa azul. No veículo, existe o logotipo da RPS Construção Civil na porta da esquerda. A placa do automóvel é AXC 1713.

Segundo o investigador Mauro Damasceno, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil do Paraná, que entrou em contato com a nossa reportagem, o veículo foi localizado em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, ainda na segunda-feira (9). Informações repassadas à Polícia Civil, indicam que ele teria passado duas noites numa casa de apoio ou albergue em Irati. “Ele pode estar desorientado, pois abandonou o carro em Campo Largo”, suspeita o investigador.

Qualquer informação sobre o paradeiro de Gabriel pode ser repassada à DHPP pelo telefone 0800 643 121, inclusive, de forma anônima.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE


Comentários