Policial / Notícias

08/10/19 - 00h00 - atualizada em 08/10/19 às 00h04

PC prende casal que havia furtado objetos de residência em Imbituva

Produtos furtados foram encontrados na residência do casal em Campo Largo. Policiais ainda cumpriram mandado de busca no imóvel da filha dos suspeitos em Porto Alegre/RS

Da Redação

Operação "Bonnie e Clyde" foi realizada de forma simultânea em Campo Largo e Porto Alegre/RS

Um casal que havia furtado produtos avaliados em R$ 60 mil de uma residência em Imbituva foi preso na manhã desta segunda-feira, 7, na cidade de Campo Largo. O homem, de 56 anos, e sua esposa, de 45 anos, foram localizados na casa onde moram na Região Metropolitana de Curitiba. Ambos foram detidos durante a operação “Bonnie e Clyde”.

Alguns pertences das vítimas foram encontrados no imóvel onde o casal estava residindo. O crime ocorreu em agosto de 2019. Na ocasião, os ladrões roubaram joias, dinheiro e uma arma de fogo em Imbituva. Os autores do crime foram identificados a partir de imagens das câmeras de segurança. Com isso, os policiais identificaram um veículo usado pela dupla para cometer os delitos. Após o assalto, os suspeitos foram até a residência de uma filha em Porto Alegre/RS. Um mandado de busca e apreensão foi cumprido no local. Porém, nenhum objeto foi apreendido, conforme a Polícia Civil.

O Delegado Luis Gustavo Timossi, que é responsável pelas investigações, afirmou ao portal G-1 que o casal vivia uma vida de luxo. Para conseguir dinheiro, os suspeitos costumam praticar furtos em residências. "Tivemos conhecimento que, logo depois do crime, eles penhoraram objetos de valor junto a um banco. Provavelmente, são objetos das vítimas. Como eles não têm ocupação lícita, acreditamos que eles sobrevivem praticando crimes deste tipo de natureza", afirmou o delegado. 

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

O casal detido foi encaminhado para a 13ª Subdivisão Policial (SDP) de Ponta Grossa. Para o mesmo local foram conduzidos os objetos apreendidos.  

Os suspeitos já tinham antecedentes criminais por furto. O homem possuía um mandado de prisão em aberto expedido pela Justiça de Piraí do Sul, na região dos Campos Gerais. Já a mulher estava cumprindo pena em regime aberto.  

A operação Bonnie e Clyde foi realizada pela Polícia Civil de Imbituva com apoio da Policia Civil do Rio Grande do Sul. 

As informações são do portal G-1


Comentários