Policial / Notícias

14/09/19 - 13h15 - atualizada em 14/09/19 às 13h22

PM de Imbituva apreende maços de cigarro contrabandeados

Dois homens foram detidos pelos policiais. Ambos foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Federal, em Ponta Grossa

Da Redação

Cigarros apreendidos pela PM de Imbituva

A Polícia Militar de Imbituva apreendeu maços de cigarro contrabandeados do Paraguai. A quantidade de produtos apreendidos não foi divulgada.  

Em operação barreira na sexta-feira, 13, os policiais localizaram os produtos ilegais em um veículo que foi abordado na rua Fernandes Pinheiro. O condutor disse que pretendia vender os cigarros no comércio da cidade. Ele também afirmou que possuía mais mercadorias em sua casa. Os policiais foram até o local e localizaram vários maços de cigarros do Paraguai e alguns nacionais em um quarto do imóvel. 

Na sequência, outra equipe da PM prestou apoio na ocorrência e se deslocou até a residência do patrão do homem abordado. Esse segundo suspeito disse que era o dono da mercadoria e que no balcão do seu estabelecimento haviam mais alguns maços de cigarro, que foram encontrados pelos policiais durante buscas autorizadas pelo morador. Os dois homens foram detidos e encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal, em Ponta Grossa. Para o mesmo local foram levados o veículo e os cigarros apreendidos.  

PUBLICIDADE

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

De acordo com a PM de Imbituva, os cigarros nacionais foram apreendidos, pois o proprietário não possuía nota fiscal de aquisição dos produtos. Eles permaneceram armazenados na sede do 3º Pelotão e serão entregues na Receita Estadual posteriormente.

Ainda em Imbituva, um homem assinou Termo Circunstanciado em função de som alto numa casa noturna. Moradores que residem próximo do estabelecimento acionaram a PM anonimamente. Os policiais de Imbituva solicitaram apoio de equipes dos municípios vizinhos de Ivaí e Guamiranga para realizar a abordagem. Como a denúncia foi confirmada, o responsável pelo evento foi encaminhado para a sede do 3º Pelotão para assinar o Termo. Segundo os policiais, a aparelhagem sonora não foi apreendida em função da dificuldade de transportá-la, justificada pelo tamanho das caixas.  


Comentários