Policial / Notícias

03/04/16 - 23h04 - atualizada em 03/04/16 às 23h50

PM prende acusado de estuprar enteada em Prudentópolis

Suspeito negou a autoria do estupro de vulnerável, mas disse que matou sua esposa e enterrou o corpo no quintal da casa

Da Redação

PUBLICIDADE
Policiais militares prenderam um homem acusado de estuprar sua enteada em Prudentópolis. João de Oliveira, de 29 anos, negou a autoria do crime contra a criança de apenas dez anos, mas confessou que matou sua esposa e enterrou o corpo no quintal da casa. O caso registrado no bairro Santana, na manhã de domingo, 3, está sendo investigado pela Polícia Civil.

Segundo relatório da 4ª Companhia da PM de Prudentópolis, conselheiros tutelares informaram que receberam uma ligação de uma senhora denunciando o caso. Conforme a moradora, a criança chegou assustada e correndo em sua casa, pois seu padrasto havia tentado lhe molestar enquanto dormia. Porém, a vítima conseguiu evitar o estupro. A criança conseguiu fugir do suspeito e se trancou no banheiro. Em seguida, a menina fugiu da casa e buscou ajuda na residência da solicitante.

Policiais militares e conselheiros tutelares foram até a residência do suspeito, que ainda tentou se esconder. Por esse motivo, a porta da casa foi arrombada. João foi localizado e preso pela PM. Ele foi encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil de Prudentópolis.

De acordo com os conselheiros, a criança já estava sendo monitorada e recebendo cuidados dos órgãos competentes. Outras denúncias de estupro de vulnerável já haviam sido realizadas contra o padrasto da menina.

Em depoimento, o suspeito negou a autoria do estupro de vulnerável. No entanto, João alegou que havia feito outra “coisa errada”. Desta forma, ele confessou que matou sua esposa (mãe de sua enteada) e enterrou o corpo no quintal da casa. Segundo informações, a mulher de João de Oliveira está desaparecida há um ano.

Uma equipe do Instituto de Criminalística vai se deslocar para Prudentópolis, nesta segunda-feira, 4, para tentar localizar o corpo da mulher desaparecida, que é mãe da menina de dez anos, que teria sido vítima de estupro de vulnerável.

Fotos: 4ª Cia da PM de Prudentópolis

João de Oliveira
Homem negou autoria do estupro de vulnerável

Suspeito confessou que assassinou e enterrou corpo da esposa


Comentários

Enquete

Reforma da Previdência

  • Nenhuma das respostas
  • Não deve mexer nos que ganham menos
  • Não é necessária
  • Deve ser ampla
Resultados