Policial / Notícias

14/11/11 - 22h03 - atualizada em 14/11/11 às 22h38

Seguranças de União da Vitória são mortos à tiros durante o fim de semana

As vítimas João Moacir Gonçalves Martins e Sebastião Osvaldo Augustinho eram moradores de União da Vitória e trabalhavam na mesma empresa de segurança
Da Redação

A cidade de União da Vitória amanheceu de luto nesta segunda-feira, 14. A morte de dois seguranças da mesma empresa durante o último fim de semana deixou a população triste e revoltada com a falta de segurança e a sensação de impunidade.

Ciso não resistiu aos ferimentos e faleceu ao dar entrada em um hospital de União da Vitória
O primeiro caso ocorreu no sábado, 12, no centro de União da Vitória. João Moacir Gonçalves Martins, 46 anos, estava trabalhando num evento de motos que acontecia em frente à Praça Coronel Amazonas, quando foi alvejado por um homem que desferiu três tiros. Ciso como era conhecido chegou a ser socorrido pela equipe do Corpo de Bombeiros, porém, ele não resistiu aos ferimentos e faleceu assim que deu entrada em um hospital da cidade.

Segundo informações, a polícia já sabe quem é o autor do crime, mas ele ainda não foi encontrado. Os policiais ainda investigam os motivos do assassinato.

Outro segurança também morador de União de Vitória foi morto no domingo, na comunidade de São Pascoal, em Irineópolis, cidade catarinense situada há cerca de 46 km de União da Vitória.

Segundo a polícia, Sebastião Osvaldo Augustinho que também era professor Universitário da Faculdade Uniguaçu, de União da Vitória, teve um desentendimento com um rapaz durante a realização de um rodeio na cidade. O jovem efetuou seis disparos de arma de fogo contra Sebastião, que morreu no local. Já o suspeito de efetuar os disparos ainda não foi encontrado pela polícia.

Comentários