Policial / Notícias

08/12/19 - 22h12 - atualizada em 09/12/19 às 16h43

Vaca é abatida com tiros na cabeça

Ladrões levaram as pranchas de carne e deixaram as vísceras, cabeça e patas da vaca

Da Redação

Uma vaca foi abatida com disparos de arma de fogo na cabeça em Inácio Martins. O fato ocorreu na localidade de Faxinal dos Matozo na noite de sexta-feira, 6. A ocorrência foi registrada na manhã do dia seguinte, 7.

O homem que acionou a Polícia Militar disse que estava fazendo uma vistoria na fazenda, quando avistou o rastro de um veículo. Ao seguir pelo local, ele encontrou o animal abatido. Os autores do crime levaram somente as pranchas de carne e deixaram as vísceras, cabeça e patas da vaca. A vítima foi orientada para entrar em contato com a Polícia Civil se conseguir obter informações a respeito dos ladrões.

Também em Inácio Martins, policiais abordaram o condutor de um veículo Audi A3 que não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além disso, o carro tinha débitos na documentação. Por isso, o automóvel foi recolhido ao pátio do Destacamento da PM.

Em Irati, duas ocorrências de ameaça foram registradas na tarde de sábado, 7. Na primeira situação, uma mulher afirmou que estava em um supermercado fazendo compras no momento que sua irmã se aproximou e passou a puxar seus cabelos. A vítima ainda recebeu ameaças que teria “cavado a própria cova”. A mulher relatou que já teve desavenças anteriores com sua irmã. Após o fato, a autora da ameaça deixou o local e não foi encontrada.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Na Vila Rural, uma mulher informou aos policiais que seu cunhado havia lhe ameaçado anteriormente e que estava embriagado em sua casa, que fica atrás do seu terreno. Por esse motivo, a moradora pediu para a equipe conversar com seu cunhado para resolver o conflito. Os dois envolvidos na ocorrência foram orientados pela PM.

Em Rebouças, policiais realizavam patrulhamento na área central quando abordaram um homem. Ele não portava objetos ilícitos. Porém, em consulta ao sistema da Secretaria de Segurança Pública do Paraná, foi constatado que o suspeito possuía um mandado de prisão em aberto pela Comarca de Rebouças com validade até 30 de outubro de 2021. O homem foi detido e conduzido para a Delegacia.


Comentários