Política e Eleição / Notícias

09/08/18 - 19h31 - atualizada em 10/08/18 às 15h02

Ratinho Junior cumpre agenda política em Irati

Candidato ao governo estadual falou sobre propostas para região

Paulo Henrique Sava


O candidato do Partido Social Democrático (PSD) ao governo do Paraná, Ratinho Júnior, cumpriu agenda política em Irati nesta quinta-feira, 9. Pela manhã, ele esteve reunido com a diretoria da Santa Casa, onde ficou conhecendo as dificuldades enfrentadas pelo hospital.

Depois, ele se encontrou com lideranças políticas da região na sede da Associação dos Municípios do Centro-Sul do Paraná (Amcespar), onde falou sobre seu programa de governo. Prefeitos de todos os municípios integrantes da entidade estiveram presentes, assim como vereadores e outras autoridades.

Ratinho comentou que, caso seja eleito, vai acabar com o que chamou de “mordomias” do poder público. “Com todo este dinheiro economizado, vamos investir naquilo que é essencial: saúde, educação, infraestrutura, segurança pública, projetos inovadores, trazendo tecnologia para poder auxiliar a prestação de serviços do governo do estado, fazendo com que haja mais agilidade e rapidez na tomada de decisões, e fazendo um planejamento a médio e longo prazo. O Paraná não tem um plano diretor de infraestrutura, não sabemos quais rodovias precisam ser duplicadas, não temos estudos de viabilidade. A ideia é modernizar o estado, fazendo do Paraná um modelo de gestão pública, podendo gerar empregos no interior do estado, criando parques industriais regionais, criando a Agência de Desenvolvimento Social e Econômico de cada região, trazendo as universidades para participar, a sociedade civil organizada e fazendo com que o empresário possa gerar mais emprego”, frisou.

O candidato defende que a proteção aos comerciantes e empresários colabora para a geração de empregos. “Se não tiver os nossos comerciantes, os empresários, os industriais e o pessoal da agricultura, nós não geramos emprego. Hoje, para se abrir um posto de combustíveis no Paraná, leva dois anos para conseguir a licença ambiental. Isto é um absurdo no mundo moderno, onde as pessoas resolvem as coisas pelo celular! Queremos dar um ritmo e modernizar a máquina pública”, comentou.

PUBLICIDADE

Pavimentação entre Irati e São Mateus do Sul

Sobre a obra de pavimentação da PR 364, que liga Irati a São Mateus do Sul, Ratinho garantiu que ela terá continuidade. “Vou garantir o recurso para a conclusão desta obra, o ex-governador já tinha anunciado ela, feito este compromisso, e eu vou dar continuidade neste projeto, até porque é importante para o desenvolvimento regional esta obra que liga Irati a São Mateus do Sul”, confirmou.

Banco Rural do Agricultor Paranaense

Por ser uma região agrícola, o candidato relatou que vai criar o Banco Rural do Agricultor Paranaense, através da Fomento Paraná. Devem ser criadas linhas de crédito para as microcooperativas, cooperativas pequenas, regionais, e para a agricultura familiar. “Eu vou aumentar de 55 para 75% a merenda vinda da agricultura familiar. Eu quero dar três refeições para os alunos por período, para que eles possam se alimentar melhor, e este alimento vem da agricultura familiar. Vamos fomentar a nossa cadeia produtiva, até porque a matriz econômica do nosso estado é o agronegócio”, comentou.

Ratinho comentou que há necessidade de fortalecimento dos colégios agrícolas do Paraná, para que seja possibilitada profissionalização aos filhos dos agricultores. Ele destacou que tem a intenção de potencializar a bacia leiteira do estado.

PUBLICIDADE

Criação de Subdivisão Policial em Irati

Já em relação a segurança pública, o candidato destacou que pretende encaminhar o pedido de instalação do Instituto Médico-Legal (IML) em Irati. Estudos técnicos devem ser feitos para a transformação da Delegacia em Subdivisão Policial, requisito básico para que o IML possa se instalar na cidade. “Vamos criar, inclusive, o Departamento de Inteligência e Planejamento de Segurança Pública do Estado do Paraná, que vai ser a Cidade da Polícia. Todas as forças de segurança estarão integradas em um mesmo local para planejar a segurança do Estado. Vamos criar o projeto ‘Olho Vivo’, centrais de monitoramentos regionais para colaborar com os policiais que fazem ronda, através de câmeras de segurança. Vamos criar o projeto Muralha, onde iremos colocar uma linha tecnológica de câmeras nas fronteiras do estado do Paraná, até porque 85% das armas do crime organizado entram pelo nosso estado. Vou criar o Projeto Falcão, que são helicópteros que irão fazer ronda o dia todo, ajudando os policiais e as viaturas a fazer um melhor patrulhamento. Vamos espalhar de quatro a cinco helicópteros no Paraná, todo dia fazendo monitoramento aéreo. Vamos trazer muita tecnologia, valorizando os policiais com treinamento, qualificação e armamento bom, para que eles estejam aptos a enfrentar o crime”, comentou.

Ratinho Junior, candidato ao governo do estado pelo PSD, esteve em Irati nesta quinta-feira, 09

Pedágios

Sobre a malha rodoviária do Paraná, Ratinho destacou que, caso seja eleito, ao final dos contratos das concessionárias de pedágio (cujo prazo termina em 2021), fará uma licitação internacional com duas exigências: pedágio mais barato e que as obras contratadas comecem logo após a assinatura do contrato. “Foi um erro desta concessão de pedágio feita anos atrás, que jogou obras para o final do contrato, depois de 20 anos”, frisou. 

PUBLICIDADE

Industrialização

Ratinho disse ainda que pretende diminuir o desemprego no interior do estado através da industrialização, com a criação de distritos industriais regionais. “Isto é para que possamos trazer empresas que atendam não somente uma, mas várias cidades em uma região polo, isto pode. Vamos levar qualificação para os adolescentes, para o pessoal de mão-de-obra qualificada, pois isto é um atrativo para as nossas indústrias”, pontuou.

Padronização de uniformes escolares

Na área da educação, Ratinho afirmou que seu objetivo é criar um padrão de uniformes para as escolas da Rede Estadual de Ensino. Além disso, o candidato ressaltou que irá capacitar os professores de todo o Paraná. “Vamos implantar um projeto chamado ‘Ganhando o mundo’: o melhor aluno e a melhor aluna de cada escola vamos mandar fazer um intercâmbio nos Estados Unidos, no Canadá, na Inglaterra ou na Espanha, países de língua espanhola ou inglesa, para que estes alunos possam conhecer um país de primeiro mundo, aprender uma segunda língua, se preparar para o futuro e ter bons índices de desempenho na escola para que também façam este intercâmbio”, comentou.

PUBLICIDADE

Escola Segura

O candidato também falou sobre a criação de um programa denominado “Escola Segura”. “Este projeto foi feito em Portugal na década de 90, no qual iremos trazer os policiais da reserva, que estão com vigor físico e têm um bom treinamento para ficar na porta das escolas para evitar que ‘malandros’ fiquem na porta da escola e dar segurança para os alunos, pais e professores”, finalizou.


Comentários