Política e Eleição / Notícias

16/11/18 - 20h26 - atualizada em 16/11/18 às 20h40

Vereador de Rio Azul cobra planejamento nas obras das estradas rurais

Leandro Jasinski reconhece bom trabalho, mas reclama que vias ficaram estreitas demais para a passagem de implementos agrícolas de grande porte

Da Redação 

Leandro Jasinski cobra planejamento nas obras das estradas rurais

O vice-presidente da Mesa Diretora da Câmara de Rio Azul, Leandro Jasinski (PV), cobrou planejamento, da parte do Executivo e da Secretaria Municipal de Obras, na condução de melhorias nas estradas rurais, como a aplicação de cascalho. O vereador, através do requerimento 077/2018, reconhece o bom trabalho prestado, mas reclama que as vias ficaram estreitas demais para a passagem de implementos agrícolas de grande porte, em função do cascalho nas laterais das estradas.

No requerimento 075/2018, apresentado em coautoria com o vereador Jair Boni (PSB), o vereador solicita ao prefeito informações sobre os motivos da paralisação das obras da rodovia que interliga o município à localidade de Rio Azul dos Soares – Rodovia do Peixe, bem como as obras de recuperação da pavimentação da Avenida Manoel Ribas.

PUBLICIDADE

“Temos sido muito cobrados pela população e vemos o quanto a população está sofrendo por esse trecho estar nessa situação. Já falei aqui várias vezes, e gerou polêmica, sobre a questão dos desvios. Passei no domingo (11) em Rio Azul de Cima. Foi patrolado, está bom de passar hoje, mas tem trecho que tem quase nada de cascalho e, se voltar a chover, vai complicar de novo”, pontuou.

PUBLICIDADE

Boni complementou e disse esperar que, daqui a algum tempo, não se perca o trecho já executado, nem surja a necessidade de refazê-lo ou remendá-lo ou, pior, seja necessário o município pagar aditivos. “Poderia esperar uns meses a mais para começar esse asfalto e pegou bem uma época em que os agricultores necessitam da estrada para ir e vir. Concordo com a melhoria e faço força, se for preciso, que esse dinheiro venha e termine esse asfalto. É uma melhoria para o município e essas melhorias têm que vir. Não importa quem vai trazer”, disse.

Conforme Boni, entre quinta (8) e sexta (9) da semana passada, o assunto nas comunidades de Porto Soares, Rio Azul dos Soares, Vila Nova e Salto do Braço do Potinga, era o desvio. “Já se passam 22 meses dessa administração e vejo que deu mais de 15 meses de tempo bom. No município, nunca teve duas dragas para extrair cascalho. Existe um britador grande e um pequeno que, poderia, aquela estrada de Rio Azul de Cima a Rio Azul dos Soares, ter sido feita uma execução totalmente diferente do que está lá. Pode ser que ontem ou hoje foram arrumar, e eu não vi, mas passa um caminhão e não passa um carro pequeno. Essa é a reclamação”, acrescentou.

Na Tribuna Livre, Jair Boni comentou sobre as obras de pavimentação na Rodovia do Peixe

“Sobre o asfalto da entrada da cidade e da Palmeirinha, peço aos vereadores que fizeram os comentários que andem um pouco mais [pela cidade], porque hoje passei lá na entrada e a empresa estava trabalhando”, respondeu o presidente da Câmara, Edson Paulo Klemba, (PDT) sobre as reclamações acerca de obras paralisadas.

Klemba relatou que conversou com a secretária de Planejamento, Adrielly Santos, a respeito do andamento da obra na estrada da Palmeirinha. “Ela vai notificar a empresa. Eles já foram avisados pessoalmente, mas eles falaram que, enquanto não tiver tempo bom, eles não vêm terminar o asfalto”, disse. Primeiro, será feita uma notificação extrajudicial e, se não for atendida, a Secretaria de Planejamento deve partir para o meio judicial. “Mas na entrada, eu passei ali, a empresa está trabalhando”, reiterou.

O presidente da Câmara também respondeu Jasinski e disse que não havia nenhum encalhador no desvio feito para a obra de pavimentação. “A estrada está totalmente patrolada e cascalhada. Fizeram mais de 300 metros de valetas naquele desvio, para escoamento de água”, comentou.

PUBLICIDADE

Unidade Avançada do Erasto em Irati

Jasinski comentou, na Tribuna Livre, sobre a visita que fez à Unidade Avançada do Hospital Erasto Gaertner, em Irati, na última quinta (8), acompanhando a deputada federal Leandre Dal Ponte (PV). A unidade completou um ano de funcionamento em outubro. Na ocasião, foram apresentados relatórios de atendimentos prestados nesse período. “Que bom seria se não precisasse existir um hospital desse por não existirem pacientes. Porque é assustadora a quantidade que vem crescendo o número dessa doença maldita. O câncer vem aparecendo com cada vez mais frequência”, ponderou. Cerca de 200 novos casos foram diagnosticados e estão sendo tratados nessa Unidade, que atende a Irati e aos municípios da região.

Pontes e manilhas

Boni também comentou um ofício recebido pela Câmara a respeito de uma licitação para a retirada de manilhas para a construção de quatro pontes na área urbana de Rio Azul. “Vocês lembram de quando eu vim aqui e se gerou uma discussão sobre o dinheiro que veio, que retornou, que foi de volta e está nos cofres da Prefeitura. Mais ou menos três a quatro meses que essas manilhas poderiam ter sido retiradas. Espero que não se perca isso e chegue a data em que tenha que devolver esse [recurso]. Uns dizem que é um projetinho pequeno, mas para quem vai utilizá-las, essas pontes serão de grande valia”, ressaltou.

PUBLICIDADE

Comparação das estradas

André Dusanoki (PTB) rebateu as declarações do vereador Valdir Siqueira (PR), feitas nas últimas semanas na Tribuna Livre, de que as estradas de outros municípios da região estivessem em melhores condições que as de Rio Azul. Segundo ele, em Cruz Machado e Inácio Martins, a administração tem facilidade em arrumar as estradas com material de boa qualidade.

“Trabalhei nessa região comprando e puxando lenha para os produtores durante uns 15 anos. Lá eles têm minas de pedra natural, como se fosse uma pedra brita nº 6 ou um pouco mais graúda. Ali existem grandes madeireiros, que têm as máquinas para arrumar estradas e puxar pedra. Lá, realmente, as estradas gerais são boas”, disse. Conforme Dusanoski, outras estradas rurais, desses municípios, em compensação, tinham o trânsito comprometido e o risco de quebrar o caminhão.

André Dusanoski argumentou que falta de pessoal dificulta trabalho nas estradas rurais

Dusanoski justificou que, ultimamente, não tem apresentado tantos requerimentos e indicações, pois tem preferido encaminhar as solicitações dos moradores diretamente aos responsáveis pela pasta de Viação, Obras e Serviços Urbanos. O vereador argumentou que a pasta enfrenta problemas com falta de pessoal. “Três funcionários que realmente eram da linha pesada, que resolviam o problema: um se aposentou, outro teve que se afastar por problemas de saúde e assim por diante, outros tiveram que sair ou pediram demissão. Não tem mais gente para chamar para trabalhar nesse setor e outro concurso só pode ser realizado em 2019”, mencionou.

Nova sede da Escola Vanda Hessel

Na tribuna, Klemba ainda rebateu um comentário do ex-prefeito Silvio Paulo Girardi (PSC) – a quem apelidou de “Prefeito Rivotril”. O ex-prefeito comentou, em vídeo postado por Jasinski, em que fiscalizou as obras da nova sede da Escola Municipal Professora Vanda Hessel, que havia deixado verba alocada para essa finalidade e um aditivo pronto. “Acho engraçado, o aditivo ele fez, mas o dinheiro, não deixou. O aterro que tinha que ser feito, também não fez. E ainda cobra exigências, cobra agilidade. O ‘Prefeito Rivotril’ tem que tomar mais um pouquinho de Rivotril”, ironizou.

Klemba também criticou o vídeo postado por Jasinski, por mencionar que uma obra parada estava deteriorando. “Fui falar com o empreiteiro e, inclusive, ele achou estranho que o senhor não o procurou. Não vai deteriorar, porque foi feita esse ano. Enquanto isso, o ‘Prefeito Rivotril’ deixou quatro anos o Centro de Eventos abandonado, no Parque da Pedreira, e tinha poucos que se incomodavam”, afirmou.

Edson Klemba questionou cobranças de alguns vereadores e disse que ninguém se manifestou quando a obra do Centro de Eventos do Parque da Pedreira permaneceu paralisada na administração passada

Outros requerimentos

A vereadora Maria da Conceição Burko (PSDB), no requerimento 076/2018, pediu ao prefeito que esclareça a veracidade da informação de que haveria a intenção de licitar a contratação de uma empresa especializada para reformar as garagens da Prefeitura. No caso de a resposta ser afirmativa, a vereadora pede esclarecimentos sobre a razão de não ter ocorrido o certame, se há a perspectiva de uma nova licitação e se o município dispõe de recursos para essa finalidade.

O vereador Sérgio Mazur (PSD) solicita que o delegado da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Ponta Grossa encaminhe relatório com os registros de acidentes na BR-153, no trecho entre Irati e Paulo Frontin, nos últimos 12 meses.

Ordem do Dia

Dois projetos foram aprovados em primeira votação, por unanimidade: o projeto de lei 942/2018, de autoria do vereador Leandro Jasinski (PV), que inclui no Calendário Oficial de Eventos de Rio Azul o Rodeio Crioulo da Integração, a ser realizado anualmente; e o PL 943/2018, do Executivo, que altera a redação dos artigos 3º e 4º da Lei 714/2013, que dispõe sobre o Concurso Anual de Decoração Natalina.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários