Política e Eleição / Notícias

27/08/18 - 15h00 - atualizada em 27/08/18 às 15h18

Vereador mostra preocupação com situação de estradas rurais de Irati

Hélio de Mello (MDB) criticou a demora na liberação de empréstimo para compra de máquinas para o município

Paulo Henrique Sava

O presidente da Câmara de Irati, Hélio de Mello (MDB) criticou a demora para a liberação de empréstimos para a compra de máquinas para o município. A principal preocupação do parlamentar está relacionada à conservação das estradas do interior. Mello utilizou a tribuna da Câmara durante a sessão da última terça-feira, 21, para falar sobre o assunto.

“É tanta burocracia que, até ser efetivado o empréstimo para aquisição das máquinas para colocar à disposição da comunidade, muitos acham que já nem vem mais”, desabafou.

PUBLICIDADE

Inúmeros pedidos foram feitos pela Câmara para que o município verificasse situações de emergência nas estradas do interior. Mello citou como exemplo os pedidos de melhorias na pavimentação da estrada Irati-Gonçalves Júnior. O vereador lembrou que, recentemente, o município iniciou algumas obras de melhorias no trecho, contratando máquinas e equipamentos necessários para os trabalhos. Porém, houve problemas em alguns pontos por conta da chuva e do tráfego de caminhões pesados pelo local. “Necessita-se da recuperação destes pequenos pedaços. Constantemente, vemos alguns funcionários com uma pá, fazendo buracos, e com máquinas colocando pedras. Já faz mais de um ano que contei em um trecho 18 buracos em que foi trabalhado, mas não foi colocada massa em cima. Quando você se depara, especialmente aquele que não conhece a estrada, acaba quase arrebentando seu carro”, comentou.

O presidente da Câmara ressaltou que ainda falta o Governo do Estado enviar cerca de R$ 2 milhões para a conclusão da pavimentação da localidade da Barra Mansa até Gonçalves Júnior. “Eu não sei se, de repente, alguém fosse prestar um serviço em forma de empreitada, pelo tempo de execução para tapar aqueles buracos, o quanto receberia pelo tempo que ficou e que está sendo necessário para executar o serviço. Eu não sei o que falta: são alguns buracos, algumas crateras, e hoje ainda havia algumas pessoas reclamando e com razão, porque você vê as pessoas trabalhando, e dali a um mês você vê mais dois ou três trabalhando em outro buraco, mas nem o primeiro foi concluído. Necessitamos desta atenção para o nosso interior”, pontuou.

Hélio de Mello (MDB) manifestou preocupação com a situação da estrada que liga Irati a Gonçalves Júnior

PUBLICIDADE

O vereador também pede atenção do Executivo para a situação das estradas de roça do interior. “Sempre fomos favoráveis à concentração das máquinas, do trabalho em mutirão. Por que não o agricultor, aquele que reside no interior, dizer onde fica melhor o seu bueiro ou de que forma é melhor executar, ele é quem vai utilizar, e com certeza vai acompanhar a execução. Quantas vezes eles ainda auxiliam nos trabalhos? Solicito que seja feito atendimento em forma de mutirão, precisando de constantes manutenções”, frisou.

Nossa reportagem procurou a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Irati para falar sobre o assunto. A prefeitura informou que a empresa KJPR, que faria a continuidade das obras de pavimentação da estrada Irati a Gonçalves Júnior, rescindiu o contrato com o município, alegando problemas financeiros. Conforme a Prefeitura, uma nova licitação está sendo realizada. Depois do processo licitatório, a tramitação da continuidade dos trabalhos ficará a cargo do DER.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários