Política e Eleição / Notícias

20/10/18 - 15h18 - atualizada em 20/10/18 às 15h31

Vereador solicita instalação de caixas de lixo no interior de Rio Azul

Leandro Jasinski (PV) sugeriu que coleta de materiais recicláveis seja estendida às comunidades rurais

Da Redação 

Em 2016, várias caixas coletoras de lixo foram instaladas em Rio Azul, por meio do projeto "Rio Azul Cidade Limpa"

O vice-presidente da Câmara de Rio Azul, Leandro Jasinski (PV), apresentou requerimento em que sugere ao Executivo estender a coleta de resíduos às comunidades do interior. O vereador requereu que o município providencie, junto ao secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente ou ao órgão que julgue competente, a instalação de caixas coletoras de lixo.

Na justificativa, o vereador argumenta que a ausência de coleta nessas localidades leva os moradores a descartarem o material de forma inadequada e induz, inclusive, à queima de lixo, práticas que prejudicam o meio ambiente. O vice-presidente da Câmara defende, ainda, que a execução do serviço promove o respeito à dignidade dos moradores do interior e promove qualidade de vida e responsabilidade com o meio ambiente.

PUBLICIDADE

“Todos sabem a dificuldade e o problema que é o lixo no nosso interior. Aqui na cidade é coletado. Muitas vezes, tem problemas, mas na grande maioria das vezes, é resolvido. Agora, no interior, está gerando um problema cada vez maior. Por questões ambientais, hoje, todos sabem que há muito lixo que não pode ser descartado ou incinerado, pois pode gerar um problema maior para o meio ambiente”, sustentou Jasinski em sua manifestação durante a Palavra Livre da sessão da Câmara realizada na terça-feira (16).

O vereador apontou que sugestões similares já foram apresentadas ao Executivo na Legislatura anterior. Segundo o parlamentar, é importante que a Prefeitura se comprometa em coletar esses resíduos. “Não adianta somente a comunidade do interior se mobilizar, tentar ajudar a resolver esse problema do município, e a Prefeitura não fazer sua parte”, complementou.

PUBLICIDADE

Vereador reclama da falta de resposta dos seus pedidos

Na discussão do expediente, Valdir Siqueira (PR) protestou e disse que não pretendia mais apresentar requerimentos ou indicações, por alegar que nenhum deles fora atendido. “Já não vou mais fazer pedidos, porque todos os pedidos que apresentei até hoje em nenhum fui atendido. E tem pessoas que têm problemas de saúde e eu simplesmente não sei o que pode ser feito. É só para gastarmos papel e tempo. Não sei o que está acontecendo que não estão sendo atendidos os nobres vereadores”, reclamou.

Siqueira fez o comentário em apoio ao vereador Jair Boni (PSB), que havia reiterado seu pedido para que fossem providenciadas melhorias em uma propriedade rural, solicitação que já havia sido apresentada anteriormente, há dois anos, quando a mãe do morador enfrentava graves problemas de saúde e a situação da estrada atrapalhava o deslocamento.

Vereador Valdir Siqueira (direita) reclamou que Executivo não está respondendo seus requerimentos e indicações

Ordem do Dia

Em segunda discussão, foi aprovado por unanimidade o projeto de lei, oriundo do Executivo, que regulamenta a realização de feiras itinerantes no município de Rio Azul e dá outras providências. Além do pedido apresentado por Jasinski solicitando a instalação das caixas coletoras de lixo no interior, Boni também apresentou requerimento solicitando que o Executivo informe a Câmara quais foram as providências tomadas em relação à construção de duas pontes no perímetro urbano, sendo uma na Rua Vereador Zeferino Sales Bittencourt, na Vila Abib, e outra na Rua Pedro Pissaia, na Vila Miroto, considerando que já foram liberados recursos e material para a execução destas obras.

PUBLICIDADE

Palavra Livre

Zerico Nepomuceno (PP) subiu à Tribuna e justificou que saiu mais cedo na sessão anterior, pois o neto estava internado. Por isso, ele aproveitou a ocasião para agradecer os votos dados pelos rio-azulenses ao deputado federal Evandro Roman (PSD), que não conseguiu se reeleger. Apesar dos resultados, Roman foi o candidato com a quarta maior votação em Rio Azul, com 498 votos (6,98% dos válidos). No Paraná, o candidato teve 67.909 votos.

Zerico comentou ainda que outros candidatos não conseguiram se eleger e atribuiu o resultado ao fato de que a população ficou descontente com promessas não cumpridas. “Esse foi um ano para nós refletirmos e analisar que o povo está de olho em nós, políticos. Temos vir a esta Casa e apoiar cada um que trouxer recursos para este município”, ponderou.

“Daqui a dois anos, temos eleições para vereadores. Vamos ver se somos merecedores, viremos para esta Casa. Se não, vamos sair de cabeça erguida. Mas vamos trabalhar por esse município, por esse povo que nos elegeu”, acrescentou.

Vereador Zerico disse que maioria dos pedidos da população são referentes a área de saúde

O vereador rebateu os comentários de Boni e Siqueira sobre os problemas nas estradas do interior e mencionou que, durante a campanha eleitoral, percorreu as localidades de Salto, Vila Nova e Braço do Potinga, em dias de chuva e, segundo ele, nenhum morador reclamou das condições das estradas, mas sim dos serviços de Saúde. “Os deputados que prometeram Saúde, eu sei que os nobres vereadores que os apoiaram vão correr atrás, e tem que falar para eles que o troco vem. Agora que eu vi que a Saúde é carente mesmo em todas as cidades. Visitamos Paulo Frontim, Mallet, Rebouças e vemos o quanto é falado sobre saúde. De estrada, foram poucos que reclamaram. Anotamos, com o vice-prefeito [Renato Hrinczuk] e já está nas mãos do secretário de Obras [Nelson Cochinski]”, comentou.

“Como ‘marinheiro de primeira viagem’, não estou defendendo o prefeito, mas defendo a todos os que estão empenhados para que Rio Azul venha a crescer e melhorar”, concluiu.

Jasinski também comentou as indicações e requerimentos apresentados pelos vereadores. “Vemos várias melhorias acontecendo, como o recapeamento da Avenida Manoel Ribas. Vai ficar realmente excelente, mas eu tenho uma preocupação muito grande com nossas vilas. Está saindo asfalto na Avenida. Vai ficar bom? Vai ficar ótimo; mas é preciso pensar também no restante da cidade: o término da Vila Diva, o calçamento do Cristo Rei, que é um problema, quando dá uma chuva forte e causa alagamentos. É um problema que tem que ser resolvido”, opinou.

PUBLICIDADE

O vereador do PV disse que não estava ali para criticar o Executivo, mas ponderou que é sua função apontar onde estão os problemas e auxiliar o prefeito a identificar e resolver esses problemas. “O povo precisa e não pode ficar sofrendo por causa da falta do serviço”, disse.

Jasinski rebateu a afirmação de Zerico e disse que ouviu várias reclamações de moradores do Braço do Potinga sobre as condições de tráfego nas estradas rurais, assim como em outros pontos. O parlamentar apontou que várias das solicitações indicadas por ele ao Executivo, nesse sentido, permanecem sem resposta.

Leandro Jasinski solicita que caixas coletoras de lixo sejam instaladas no interior do município

“Estamos aqui sempre pedindo ou indicando serviços da Prefeitura não simplesmente para vir aqui e falar mal do prefeito, por ser oposição, ou ‘jogar pedras’ na Prefeitura ou sujar o nome da administração. Trazemos os pedidos que a população necessita. Ninguém vai pedir cascalho a um vereador por simples luxo, pede porque precisa. Essa é a mensagem que mandamos ao Executivo. Mas, às vezes, somos entendidos de maneira diferente. Nossa função aqui é legislar e fiscalizar e, também, procurar atender às demandas do povo. Teve muitos políticos que andaram pedindo votos por aí, e prometeram bastante. Isso, a população também está esperando, asfalto para vários lados, pedra brita. E a população está esperando. Não se faz política hoje igual antigamente, quando se prometia, pegava o voto do povo e, depois, esquecia. Hoje o povo cobra, e com razão”, frisou.

Jasinski encerrou falando aos vereadores que os deputados que foram eleitos devem ter suas atividades acompanhadas pelo Legislativo Municipal. “Eles têm a obrigação de buscar mais investimento para Rio Azul. A partir do ano que vem, os que foram eleitos vão estar trabalhar. Nós, que formos representantes deles aqui em Rio Azul, temos que cobrar e se, de repente, o prefeito precisar de alguma ajuda, seja em que área for, temos nossos representantes para nos auxiliar”, finalizou.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários