Política e Eleição / Notícias

13/10/18 - 14h14 - atualizada em 13/10/18 às 14h31

Vereadores de Rio Azul repercutem resultados das eleições

Palavra Livre da sessão de terça-feira teve como assunto central o primeiro turno das eleições

Da Redação 

Vereador Sérgio Mazur enalteceu votação recebida por Sandro Alex e Luiz Cláudio Romanelli em Rio Azul

Os vereadores rio-azulenses aproveitaram a Palavra Livre da sessão ordinária de terça-feira (9) para comentar os resultados eleitorais de domingo (7), após a eleição de Ratinho Júnior (PSD) como governador do Paraná e a definição de segundo turno entre os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) para a Presidência da República.

Sérgio Mazur (PSD), que é do mesmo partido do governador eleito em primeiro turno com 59,99% dos votos válidos, comentou que estava feliz de ter contribuído, junto com Jair Boni (PSB), para que o deputado federal Sandro Alex (PSD) recebesse uma votação expressiva em Rio Azul. Sandro foi reeleito para o terceiro mandato, com 124.512 votos – o quinto mais votado do Paraná. Em Rio Azul, Sandro Alex foi o mais votado entre os candidatos à Câmara dos Deputados e fez 2.592 votos, ou 31,54% dos válidos.

PUBLICIDADE

“Obviamente, não é resultado só de um trabalho meu ou do Jair, mas de um grupo que, juntos, unidos, chegaram a esse êxito. E à população, que analisou, entendeu e viu a pessoa do Sandro Alex, fica aqui, em nome do deputado Sandro, o agradecimento a todos e a certeza que, faltando dois anos e pouco para terminarmos esse mandato, vamos fazer o possível para que o deputado Sandro possa retribuir ao município da forma que o município retribuiu a ele”, frisou.

Mazur agradeceu, ainda, os 961 votos dos eleitores rio-azulenses depositados no deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), que teve 12,12% dos válidos e foi o segundo candidato a Câmara Federal mais votado em Rio Azul.

“Espero que junto com o deputado Sandro Alex e com o deputado Romanelli, eu, particularmente, vereador, quero aqui dizer aos nobres colegas, que estou disposto para que possamos fazer, nos dois anos restantes deste nosso trabalho, quero dizer aos demais vereadores e também ao Executivo, que estou aberto ao diálogo para o que for melhor para o nosso município, para que possamos fazer o que for para a melhoria do nosso povo”, disse.

PUBLICIDADE

“Das mesmas palavras do vereador Sérgio faço as minhas. E um agradecimento à votação expressiva ao Luiz Claudio Romanelli e ao Sandro Alex. Foi um grupo que trabalhou, as comunidades concordaram com o trabalho dos deputados. Batemos de porta em porta explicando e mostrando o que veio e o que poder vir ao município. Quero também parabenizar a Leandre [Dal Ponte]. Pessoas com trabalho voltado à saúde. Como nós vereadores não temos muita força a fazer quando não temos um prefeito do nosso lado, mas lutamos pela área da saúde e temos que representar esses deputados que vêm trazer benefícios na área da saúde. Hoje temos que cobrar saúde e segurança”, pontuou Jair Boni (PSB). O vereador acrescentou que vai intensificar a cobrança aos deputados eleitos para que possam auxiliar ao município com emendas.

Jair Boni destacou que agora vereadores precisam cobrar os deputados eleitos para que destinem emendas para Rio Azul

Valdir Siqueira (PR) agradeceu aos votos para o candidato a governador João Arruda (MDB), que ficou em terceiro lugar na votação estadual, com 705.976 votos. Em Rio Azul, foi o segundo mais votado, com 2.248 votos (29,21% dos votos válidos). “Quero dizer a esse nosso povo de Rio Azul e parabenizar, porque ele trouxe muita coisa para o nosso município. Vocês sabem que foi quase R$ 15 milhões no mandato dele. O povo soube retribuir isso. Ele não se elegeu para o governo, mas o povo de Rio Azul está de parabéns, porque reconheceu o trabalho que ele fez enquanto deputado federal. É uma perda que teremos na Câmara Federal, porque ele gosta muito do nosso município. Mas agora temos outros deputados, que foram muito bem votados, e espero que eles façam esse papel que o João Arruda fez no mandato dele como deputado federal”, afirmou.

Valdir Siqueira agradeceu eleitores de Irati pela expressiva votação de João Arruda no município

Siqueira também agradeceu aos 217 votos recebidos em Rio Azul pelo deputado estadual eleito Anibelli Neto (MDB). Ele comentou que, ainda que a votação não tenha sido expressiva no município, valeu a pena fazer a campanha, mesmo que com pouco tempo, pois precisou se desdobrar em toda a região, desde Rio Azul, Rebouças e Mallet, até Guamiranga.

“Tudo estava a favor do Ratinho. Eu sabia que seria difícil, mas eu tinha um lado. E eu não posso pular do lado onde eu estava, pular de galho em galho. Eu fui, mesmo sabendo que a eleição seria difícil. Mas foi uma lição, porque, na verdade, ele [João Arruda] se preparou para a próxima. Porque foram 45 dias que ele se lançou como candidato ao governo, enquanto outros estavam se preparando há dez anos”, comentou Siqueira, ao enfatizar que Arruda obteve em Rio Azul uma votação mais expressiva até do que a governadora Cida Borghetti (PP), que foi a segunda colocada no resultado geral, mas que em Rio Azul teve somente 496 votos, bem menos que os 2.248 do candidato do MDB.

PUBLICIDADE

O vice-presidente da Câmara, Leandro Jasinski (PV), agradeceu a votação recebida pela deputada federal Leandre Dal Ponte (PV), que foi reeleita. Leandre obteve 1.098 votos e foi a candidata com a segunda maior votação no município (13,36% dos votos válidos). “É o reconhecimento do trabalho dela não somente por Rio Azul, mas também por toda a região”, disse.

Jasinski lamentou a “politicagem” que, segundo ele, permeou a campanha eleitoral no município ao tentar desmerecer a atuação da deputada federal em favor da região. “Pessoas que se acham donas de Rio Azul e donas da política de Rio Azul falando mal da deputada. Venho aqui defendê-la, pois conheço o trabalho dela e a grande luta, que não foi só dela, mas de muita gente, que contribuiu com a deputada, para conseguir trazer o Hospital Erasto para Irati. Foi muita gente. Nunca ninguém falou que foi somente ela que conseguiu, mas foi ela uma das pessoas que levantou esse assunto e lutou até o fim para conseguir. Em Rio Azul, encontrei muitos casos de pessoas que hoje têm seu sofrimento um tanto quanto aliviado fazendo o tratamento aqui em Irati. Encontrei várias pessoas que me falaram da alegria de hoje ter uma consulta marcada aqui [em Irati] e poder ir sozinha de carro ou para alguém levar fica muito mais fácil do que ir, de madrugada, de ônibus, até Curitiba, sofrendo”, enalteceu o vereador.

Leandro Jasinski criticou pessoas que fizeram comentários para denegrir imagem da candidata Leandre durante o período eleitoral

Por fim, Leandro Jasinski agradeceu à população aos 233 votos de Michele Caputo Neto (PSDB) em Rio Azul. O ex-secretário estadual de Saúde foi eleito deputado pela primeira vez. “Tenho a certeza de que ele vai contribuir com a nossa cidade e com nossa região”, disse.

O presidente Edson Paulo Klemba (PDT) encerrou as participações na Palavra Livre com os agradecimentos ao povo de Rio Azul pela votação obtida na cidade pelo candidato a deputado estadual Marcello Richa (PSDB), que não foi eleito. O filho do ex-governador Beto Richa alcançou 284 votos no município. Klemba também agradeceu os votos para o deputado estadual Márcio Pauliki (SD), que não conseguiu se eleger para deputado federal. Ele teve 609 votos em Rio Azul. “Márcio Pauliki foi uma pessoa que muito representou Rio Azul, em um ano e nove meses, trouxe uma ajuda muito grande ao município, de quase R$ 1 milhão. É uma perda que o município vai ter. Concordo com palavras que vocês falaram e concordo também que não foram somente políticos que se acham mandões aqui, como também teve políticos falando mal dos outros dentro das casas dos eleitores, presenciamos isso em várias casas. E também políticos usando a saúde dos outros para fazer promessas”, expôs o vereador.

Klemba disse esperar que o município de Rio Azul tenha o retorno das promessas feitas pelos eleitos durante suas campanhas. “A política é um jogo, vamos esperar para ver o que acontece daqui dois anos”, finalizou.

Edson Klemba disse que aguarda que o município recebe atenção especial dos deputados eleitos que tiveram boa votação em Rio Azul

Expediente

Durante a sessão foi lido o acórdão 2693/2018, do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), que julgou a prestação de contas anual da Câmara, referente ao exercício financeiro de 2016. O TCE-PR se manifestou, por unanimidade, pela regularidade das contas e atestou a inexistência de impropriedades durante a gestão. O relatório de prestação de contas, sob responsabilidade do vereador Leandro Jasinski, tinha orçamento inicial fixado, para aquele ano, em R$ 1.550.000,00.

Ordem do Dia

Em única apreciação, os vereadores aprovaram por unanimidade a emenda modificativa 06/2018, ao artigo 1º de projeto de lei encaminhado pelo Executivo, que altera a lei 744/2014, que dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Rio Azul (RPPS).

A proposta original do Executivo sugere que o artigo 28 da lei 744/2014 passe a vigorar com a seguinte redação: “Os representantes dos serviços ativos e inativos e pensionistas, eleitos entre os segurados da Prefeitura Municipal, Câmara Municipal e/ou das Autarquias”.

PUBLICIDADE

A emenda também propõe que o parágrafo 3º do artigo 28 da lei municipal 744/2014 seja lido da seguinte forma: “Cinco representantes dos segurados ativos, inativos e dos pensionistas. Os representantes dos servidores ativos serão eleitos em assembleia a ser realizada pelas Secretarias Municipais. Os representantes dos servidores inativos e pensionistas serão eleitos pelos integrantes da CMP, que antecede a indicação”.

O projeto de lei do qual trata a emenda também foi analisado e aprovado, por unanimidade, em primeira discussão. A matéria encaminhada pelo Executivo modifica a forma de eleição dos membros do Conselho de Previdência, a fim de garantir a representatividade dos servidores de todas as Secretarias Municipais.

Licença-maternidade

Em votação única, os vereadores aprovaram a emenda modificativa (07/2018) ao artigo 1º e ao parágrafo 2º do artigo 1º do Projeto de Lei do Executivo que dispõe sobre a prorrogação do período de licença-maternidade. O PL em questão propõe estender em 60 dias a licença-maternidade às servidoras do quadro efetivo, ocupantes de cargos públicos e comissionadas.

O projeto de lei sobre a licença maternidade para os servidores públicos municipais em 180 dias também foi apreciado, em primeira discussão, e aprovado por unanimidade.

PUBLICIDADE

Feiras itinerantes

O plenário analisou, ainda, projeto de lei do Executivo que regulamenta a realização de feiras itinerantes no município de Rio Azul. A matéria foi aprovada por unanimidade, em primeira votação.

Foi também aprovado o projeto de lei do Executivo que altera a tabela do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), constante na lei 079/1998 – Código Tributário Municipal. A alíquota passa a ser de 5%, segundo o projeto.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários