Política e Eleição / Notícias

14/12/18 - 20h28 - atualizada em 14/12/18 às 20h46

Via pública receberá nome de ex-servidor da prefeitura de Rio Azul

Vereadores aprovaram PL que denomina André Cius a via pública que inicia na Avenida Manoel Ribas e com ponto de término indefinido, na localidade de Beira Linha

Da Redação

André Cius morreu em um acidente de trabalho em 2016

Os vereadores de Rio Azul aprovaram em segunda votação durante a sessão do legislativo realizada na terça-feira (11), o projeto de lei 945/2018, do vereador Leandro Jasinski (PV), que denomina André Cius a via pública que inicia na Avenida Manoel Ribas e com ponto de término indefinido, na localidade de Beira Linha.

A denominação homenageia o servidor público municipal André Cius, de 61 anos, que morreu em um acidente de trabalho em 2016, na localidade de Faxinal dos Moura.

Na discussão do projeto, o propositor voltou a justificar a homenagem. “Já comentei na semana passada a importância e quero destacar hoje, porque tem integrantes da família do seu André, a esposa e filha, sobre essa homenagem que eu propus e que hoje a Câmara está fazendo para o funcionário Andrezinho, como era conhecido. É muito bem justificado, por todos os anos de trabalho na Prefeitura. Ele também teve uma vida social sempre muito envolvido com a comunidade”, enfatizou o vice-presidente da Câmara de Rio Azul.

“Sem dúvida, é de grande valia o que você fez, uma grande homenagem. Não porque os familiares estão aqui hoje, mas porque ele era uma pessoa de um caráter enorme e um excelente funcionário público que deixou saudade a muitas pessoas”, completou o vereador Edson Paulo Klemba (PDT).

PUBLICIDADE

Vereadores analisam proposta de isenção para terraplanagem

Em primeira discussão, o plenário aprovou, de modo unânime, a emenda 08/2018, proposta pelos vereadores Jair Boni (PSB), Leandro Jasinski (PV) e Valdir Siqueira (PR), que modifica a redação do artigo 1º do Projeto de Lei de autoria do vereador Edson Klemba, que dispõe sobre a alteração da lei 540/2010, que autoriza o Executivo a desenvolver atividades em propriedades particulares rurais ou urbanas, com a utilização de bens e serviços públicos, com preços destinados a remunerar a utilização dos mesmos.

A emenda proposta sugere que, no artigo 1º, onde se lê “Artigo 10-A – Como valorização e incentivo aos produtores rurais do município, ficam igualmente isentos de pagamento os serviços de terraplanagem para a construção de benfeitorias rurais como estufas, galpões, aviários, granjas e atividades que venham a desenvolver a atividade econômica com o respectivo licenciamento ambiental, caso venha a ser necessário”, passe a ser lido como “Artigo 10-A - Como valorização e incentivo aos produtores rurais do município, ficam igualmente isentos de pagamento os serviços de terraplanagem para a construção de benfeitorias rurais como residências, estufas, galpões, aviários, granjas e atividades que venham a desenvolver a atividade econômica, com respectivo licenciamento ambiental, caso necessário”.

PUBLICIDADE

Em seguida, os vereadores aprovaram, com emenda, o projeto de lei do presidente da Casa que altera a lei 540/2010, ao isentar os serviços de terraplanagem para a construção de benfeitorias rurais como estufas, galpões, aviários, granjas e o que venha a desenvolver atividades econômicas, com respectivo licenciamento ambiental, caso necessário.

ADECSUL

Os vereadores aprovaram por unanimidade, em segunda votação, o Projeto de Lei 946/2018, do Executivo, que o autoriza o município a associar-se à Agência de Desenvolvimento das Regiões Sul e Centro-Sul do Paraná (ADECSUL).

Concessão de benefícios

O Projeto de Lei do Executivo que altera a lei 791/2015, que dispõe sobre a concessão de benefícios eventuais garantidos pela lei federal 8742/1993, acrescentando o inciso V à redação do artigo 5º, garantindo a concessão de auxílio gás a famílias carentes; modificando a redação do parágrafo 2º do artigo que dispõe sobre o translado funerário, foi aprovado, por unanimidade, em primeira votação nominal.

PUBLICIDADE

Homenagem ao Lar dos Velhinhos

O presidente da Câmara divulgou o adiamento da entrega da Menção Honrosa ao Lar dos Velhinhos de Rio Azul, que estava agendada para ocorrer em sessão solene na terça-feira (11). A entrega da honraria vai ocorrer em data a ser designada, no ano de 2019.

A solenidade foi cancelada devido ao falecimento de Helena de Oliveira, que por mais de dez anos foi cozinheira da entidade. “A todos do Lar dos Velhinhos e aos familiares da senhora Helena de Oliveira, nosso mais sincero sentimento de pesares pela sua repentina perda”, manifestou o vereador.

Expediente

Constou no expediente o requerimento de Klemba solicitando que a secretária de Educação, Igleci Popovicz, seja oficiada para que providencie o necessário para o cadastramento do SIMEC (Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle), no módulo Planos de Ações Articuladas, do Plano de Metas do Ministério da Educação (MEC), de uma quadra poliesportiva coberta a ser construída anexa ao novo prédio da escola da localidade de Barra da Cachoeira.

Palavra Livre

André Dusanoski (PTB), em seu discurso, falou que adota como praxe aguardar dois anos de administração para avaliar o desempenho do prefeito, tendo em vista que o primeiro ano é para “organizar a casa” – em função de ter que lidar com orçamento aprovado pelo prefeito anterior – e que o segundo ano já serve para “mostrar serviço”. O vereador afirmou aprovar a administração de Rodrigo Solda (PSDB), que chega à metade de sua gestão nesse fim de ano. André também assumiu posição governista, de situação.

Vereador André Dusanoski defendeu administração municipal e ressaltou importância de manter estradas rurais em boas condições de trafegabilidade

O vereador defendeu sua insistência no assunto “estradas rurais” pelo fato de que são elas que garantem o acesso aos demais serviços, como saúde e educação, desde que estejam em boas condições de conservação. “Hoje faço essa avaliação: dá para acreditar que nesses dois anos que restam vai sair muito trabalho”, comentou.

O parlamentar ressaltou ainda que, contrariando a expectativa de opositores, que diziam que as obras iniciadas pela gestão municipal poderiam ser paralisadas antes da conclusão, elas tiveram andamento e estão próximas de serem concluídas, como o asfalto da estrada que liga as comunidades de Palmeirinha a Rio Azul dos Soares, que alguns diziam que traria muitos transtornos à população porque não havia, segundo eles, um desvio adequado.

“Valeu o sacrifício, porque a obra está quase concluída. Fico muito feliz, porque eu torcia que essas coisas acontecessem e que não acontecesse o que vinham falando, que a obra iria parar”, analisou.

PUBLICIDADE

Campeonato de Futebol de Rio Azul

Sérgio Mazur (PSD) falou sobre os jogos decisivos da segunda divisão do Campeonato de Futebol Vitor de Morais, no Estádio Municipal Orestes Pallú. A denominação da competição é uma homenagem póstuma proposta pelo vereador anteriormente. O Doctor Red se sagrou campeão ao vencer o Mercado Mazur e Martins/Faxinal São Pedro, por 6 a 3. Já na disputa do 3º lugar, a Villa Rio ganhou do time do Márcio, nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal.

“O que me chamou a atenção, não sei se por ser uma 2ª Divisão, ou por ter menos merecimento que uma 1ª Divisão, eu entendo que pelo menos o secretário de Esportes teria que estar no local. Se ele não pudesse, que designasse uma pessoa da administração, um chefe de Gabinete, para que estivesse lá. Pois eram quatro equipes, o que envolvia em torno de 60 atletas, mais a torcida que estava lá, envolve em torno de 200 a 300 pessoas”, lamentou. Para o vereador, houve descaso por parte do Município quanto ao evento esportivo.

Sérgio Mazur lamentou fato do responsável pelo Departamento de Esportes não ter acompanhado jogos decisivos da segunda divisão do Campeonato Municipal de Futebol

Britador

Jasinski também parabenizou o prefeito Rodrigo Solda pela aquisição de um britador para o município. “Quero deixar meus parabéns à administração pela aquisição e principalmente deixar os parabéns ao prefeito por não ter cometido o mesmo erro que cometeu quando da vinda do rolo compressor que, por ter deixado em exposição na frente da Praça, em cima da calçada, por vários dias, acabou danificando a calçada e depois teve que dispender o horário dos funcionários para resolver um problema que foi causado pelo rolo, que hoje está no Pátio, onde é o lugar dele”, salientou.

Lei Orgânica

O presidente da Câmara convocou os vereadores para a sessão ordinária e solene da próxima terça (18), oportunidade em que haverá assinatura e entrega de cópia da Lei Orgânica revisada ao prefeito.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários