Tablóides Nacionais e Internacionais / Notícias

22/02/12 - 10h26 - atualizada em 22/02/12 às 10h34

Após tumulto, Mocidade é declarada campeã do Carnaval de SP

Anúncio foi feito no fim da noite de terça-feira depois de tumulto. Segundo colocada foi a Rosas de Ouro, seguida da Vai-Vai

Gazeta do Povo

 

 

A Mocidade Alegre foi declarada campeã do Carnaval de São Paulo na noite de terça-feira, após o tumulto que interrompeu a apuração das notas do desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial do Carnaval paulistano.

 

Bateria da Mocidade Alegre, no segundo dia de desfile em SP

 

A Mocidade foi declarada campeã com 180 pontos após reunião da Liga Independente das Escolas de Samba, iniciada após a interrupção da apuração quando um homem, vestindo uma camisa da escola Império da Casa Verde, invadiu o local onde eram divulgadas as notas e rasgou os papéis em que estavam anotadas as avaliações dos jurados.

No momento em que a apuração foi interrompida, a Mocidade liderava e precisava apenas de mais uma nota 10 no quesito Comissão de Frente para assegurar o título.

Após a invasão, ocorreu um tumulto generalizado dentro e fora do sambódromo. Carros alegóricos que estavam estacionados perto da passarela do samba foram incendiados. Torcedores invadiram uma pista da Marginal Tietê e chegaram a entrar em confronto com a polícia.

Com a decisão de manter as colocações vigentes no momento da paralisação, a Rosas de Ouro foi a vice-campeã e a Vai-Vai ficou com a terceira colocação.

Camisa Verde e Branco e Pérola Negra foram rebaixadas do Grupo Especial para o Grupo de Acesso.

Foram presos Tiago Ciro Tadeu Faria, 29 anos, integrante da Império da Casa Verde, que deflagrou a confusão, e Cauê Santos Ferreira, 20 anos, da Gaviões. Os dois serão indiciados sob suspeita de dano ao patrimônio público e supressão de documentos. Faria teria roubado, rasgado e jogado os papéis com as notas para o alto. Em seus depoimentos, os dois disseram que havia um acordo para que não houvesse campeã neste ano. A confusão, afirmaram, foi planejada. Ambos permanecem presos. Outras três pessoas acabaram detidas, mas os nomes não foram divulgados.

Comentários

Enquete

Você acha que existe um grande número de pessoas que recebem aposentadoria sem ter contribuído o suficiente?

  • Não
  • Sim
Resultados