Tablóides Nacionais e Internacionais / Notícias

01/09/12 - 11h17 - atualizada em 01/09/12 às 11h20

Escola suspende menino de 12 anos que estava embriagado em aula

Ele foi medicado e recebeu alta da Santa Casa de São Roque (SP). Conselho Tutelar já fazia acompanhamento da família por mais de um ano.
Do G1 Sorocaba e Jundiaí


O adolescente de 12 anos que foi pego embriagado e desacordado em sala de aula teve alta da Santa Casa em São Roque (SP) por volta do meio-dia desta sexta-feira (31). O menino passa bem; ele foi medicado, ficou em observação e foi liberado aos cuidados dos pais.

De acordo com a coordenadora pedagógica da Escola Municipal "Maria José Schoenacker", no bairro Guaçu, o pai do aluno e a criança voltaram para conversar com a diretora. Ele foi suspenso por três dias, a partir de segunda-feira (3).

Conforme a equipe da escola, os professores já realizam um projeto para alertar as crianças sobre os riscos do uso de drogas e consumo de bebidas com palestras educativas. Esta foi a primeira vez que a escola registrou algum tipo de problema envolvendo o menino. O irmão dele tinha problemas com a frequência escolar.

A conselheira tutelar Fernanda Coelho, informou que a família passa por um acompanhamento há cerca de um ano e meio. Fernanda também comentou que os familiares devem prestar esclarecimentos na delegacia da mulher da cidade para investigar onde o adolescente teria comprado a bebida alcoólica. "Nós já encaminhamos a família para o projeto Bem Estar Social da prefeitura de São Roque para tentar melhorar as condições em que a família se encontra e poder receber benefícios que ajudariam os pais", diz Fernanda.


Entenda o caso

O caso aconteceu na Escola Municipal "Maria José Schoenacker", no bairro Guaçu, na manhã da sexta-feira (31). De acordo com a diretoria, a professora lecionava no 7° ano do ensino fundamental quando sentiu odor de pinga dentro da sala.

Ela se aproximou de um aluno que dormia na carteira e percebeu que o cheiro vinha do menino. Na mesa, havia uma garrafa plástica vazia que a professora descobriu, também pelo cheiro, que continha cachaça.

A diretora foi alertada e chamou uma ambulância, que socorreu o estudante e o levou para o pronto-socorro da Santa Casa da cidade. A suspeita é que ele tenha tido um coma alcoólico.

O Conselho Tutelar também foi acionado e localizou o pai do menino, que é produtor rural. O homem disse que nunca havia visto o filho beber. A suspeita da família é que ele tenha perdido o transporte para a escola e parado em um bar próximo à casa, antes de seguir a pé para a escola.
Escola onde menino estuda, em São Roque

Comentários